Ministério Público investiga suposto racismo de Cássio do BBB

Por
Ministério Público investiga suposto racismo de Cássio do BBB

O Big Brother Brasil 14 está enfrentando um problema judicial por conta de um suposto racismo do participante Cássio. O Ministério Público Federal (MPF) do Rio de Janeiro recebeu uma representação contra o brother, que teria feito comentários racistas com Tatá Werneck quando a atriz foi à casa “mais vigiada do Brasil” gravar cenas para a novela “Amor à Vida”. 

Um representante da Coordenação Nacional de Entidades Negras foi responsável pela denúncia, que utilizou a ouvidoria da Secretaria de Políticas Para Mulheres da Presidência da República para acusar Cássio. "Em Brasília, a representação foi encaminhada ao MPF no Rio, onde fica a sede da emissora (TV Globo)", detalhou o órgão. 

Na ocasião denunciada ao MPF, o participante conversava com Tatá Werneck e falou de uma vez que estava se relacionando sexualmente com uma mulher negra, mas acabou fazendo uma piada de certo mal gosto sobre a situação. "E eu pensei: afrodescendente... pô aguenta tudo. E eu atravessei (ela)", teria contado. 

Para a mãe de Cássio, a pedagoga Susi Nair Orige Lannes Carvalho, tudo não passa de uma piada do filho que acabou ganhando mais dimensão do que deveria. “Isso ganhou uma dimensão absurda. Está na cara que ele inventou na hora. Imagina se eu não vou conhecer o meu filho. Reviraram o nome dele antes dele entrar no programa, não tem processo nenhum correndo e nada disso aconteceu. Foi uma brincadeira imbecil, aquelas coisa de guri, estão levando para o lado errado”, afirmou. 

A modelo Jéssica Aguiar, de 21 anos, com quem Cássio já se relacionou, o defende mas afirma que às vezes ele perde a cabeça nas coisas que fala. "Ele fala umas coisas sem pensar, tenta ser engraçado, às vezes, com coisas que não deve. Mas comigo, por exemplo, jamais fez piada. Para ter ideia, ele chama a todos os amigos e amigas de nêgo e nêga. É sua forma carinhosa de falar", explica. 

"Ficamos juntos de setembro até finalzinho de outubro. Não chegamos a namorar, mas saímos juntos muitas vezes. E, obviamente, se ele fosse racista, não teríamos ficado juntos. Seria no mínimo incoerente”, revela a modelo, que dá certeza de que o participante não é preconceituoso. “Somos melhor como amigos, Mas racista? Não! Jamais, de ângulo algum!", afirma a jovem, com total certeza de suas palavras. 

Relacionadas

TV e Celebridades
Nesta segunda-feira (07) a revista masculina mais famosa do mundo apresentou na web sua nova capa do mês de julho, a musa Vanessa Mesquita, ex-participante do reality "Big Brother Brasil" ...
TV e Celebridades
Em entrevista à revista Quem nesta sexta-feira (27), após muitos boatos e idas e vindas, o casal de ex-BBBs Clara Aguilar e Vanessa Mesquita, apelidadas carinhosamente pelos fãs como "Clanessa", ...

+ TV e Celebridades


Uma triste notícia chegou aos fãs da dupla humorística da extinta MTV, "Hermes & Renato", na tarde desta quarta-feira (30). De acordo com informações divulgadas pelo jornal "SBT Brasil", o humorista

O impacto da notícia da morte do ator Fausto Fanti nesta quarta-feira (30), o humorista do personagem Renato da dupla "Hermes e Renato" da extinta MTV Brasil pegou os fãs