======= >>>>>>> e25c819d467b41304e02e273703047b4432759b4

Spotify é a empresa de música mais valiosa do mundo

Por Diário 24 Horas - em
Spotify é a empresa de música mais valiosa do mundo
Spotify (Foto: Reprodução)

O Spotify é, oficialmente, a empresa de música mais valiosa do mundo. Após 10 anos de sucesso no mercado de música digital, a empresa entrou para as negociações na Bolsa de Valores de New York no passado dia 3 de abril. Era previsto que as ações começassem negociando em $130, e no primeiro dia chegaram a estar em $169 antes de caírem um pouco. No total, a empresa está valendo cerca de $25 bilhões.

Uma aposta de longo prazo

Quando o Spotify começou, não impressionou o mercado e a mídia e poucos imaginariam que teria sucesso. A empresa parecia estar apostando em um nicho sem futuro, principalmente quando o todo-poderoso Steve Jobs estava apostando no “download” pago de ficheiros MP3 e esculachava o formato de “streaming” como estando falido. Apostar no futuro do Spotify parecia o equivalente de entrar no NetBet Casino, jogar umas fichas e esperar o grande jackpot.

Mas, 10 anos depois, parece que foi isso mesmo que aconteceu. Além da imensa valorização das ações da empresa na Bolsa, as vendas (baixamentos) do iTunes estão caindo 25% por ano. Além disso, a pirataria de música foi ferozmente combatida pelos tribunais e surgiu uma nova geração de fãs de música que não são mais “nerds” com paciência para montar as peças do BitTorrent, mas sim consumidores “mainstream” que só querem ouvir música, mesmo. No mais, o que não estiver no Spotify poderá estar no Youtube, que também funciona em “streaming”.

Futuro incerto

Apesar de tudo isso, e de ter realmente influenciado a forma como ouvimos música (verdade: como falámos acima, estávamos até há pouco tempo falando na morte do CD e de estarmos vivendo o tempo da pirataria, e agora parece que o streaming veio substituir tudo o resto), o Spotify ainda não consegue gerar lucro.

Grande parte de sua renda vem do pagamento das subscrições, com cerca de 70 milhões de usuários pagos no momento atual, e mais um pouco de anunciantes. Mas a empresa vem acumulando prejuízos, ano após ano. Como é que consegue sobreviver? Porque tem aquilo que qualquer pequeno restaurante, loja ou oficina não tem, se não tiver clientes que paguem as contas: investidores acreditando no futuro do projeto. “Venture capitalists” e fundos de investimento vêm cobrindo as diferenças.

A grande esperança vem do crescimento do mercado de “streaming”, que permitiria aumentar as receitas sem aumentar as despesas. Seria apenas uma questão de ter mais pessoas pagando pelo serviço que já existe. Esse mercado cresceu 65% no mundo em 2016, e só nos Estados Unidos cresceu 99%, enquanto os “downloads” de música acompanham as vendas de CD e vão caindo também. Essa é a grande esperança dos investidores e, agora, dos acionistas. Estará a Spotify mostrando o caminho do futuro?

+ Spotify

Deixe um comentário!

últimas notícias

Relembre fatos curiosos de A Melhor Despedida de Solteira
Relembre fatos curiosos de A Melhor Despedida de Solteira Longa marcou época e continua em alta em catálogos de streaming e TV paga
BBB 2018: Paula diz que Jéssica é leva e traz: ‘Eu falo e você fala pra eles’
BBB 2018: Paula diz que Jéssica é leva e traz: ‘Eu falo e você fala pra eles’ A empresária confrontou a personal trainer depois de flagra-la conversando com Diego e Patrícia no Bangalô do Líder
BBB 2018: Barraco entre Gleici e Patrícia quebra internet
BBB 2018: Barraco entre Gleici e Patrícia quebra internet O assunto foi um dos mais comentados nesse final de semana
BBB 2018: Gleici volta e coloca Patrícia no Paredão
BBB 2018: Gleici volta e coloca Patrícia no Paredão Indicação foi marcada por muita gritaria e discussão