Polícia busca evidências de pornografia infantil na casa de PC Siqueira

YouTuber é acusado de praticar pornografia infantil após vazamento nas redes sociais
YouTuber é acusado de praticar pornografia infantil após vazamento nas redes sociais
PorMarcos Henderson14/07/2020 14h32

Paulo Cezar Siqueira, mais conhecido como PC Siqueira, recebeu a Polícia Civil de São Paulo em sua casa na última segunda-feira (13), em cumprimento de mandado de busca e apreensão que procurava evidências de pornografia infantil e outras conexões que possam, ou não, ser usadas contra o youtuber nos tribunais. 

A investigação, conduzida pela 4ª Delegacia de Proteção à Pessoa, do Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) de São Paulo, foi iniciada após o surgimento de imagens que supostamente exibiam uma conversa no Instagram em que o youtuber diz ter recebido fotos de uma criança de 6 anos nua.

Perfil no Twitter publicou suposta captura de tela de conversa do youtuber
Perfil no Twitter publicou suposta captura de tela de conversa do youtuber
Perfil no Twitter publicou suposta captura de tela de conversa do youtuber

Não foi comprovado, até o momento, se a captura de tela é mesmo verdadeira, mas após o vazamento nas redes sociais, surgiu um novo vídeo, desta vez com supostos áudios incriminadores do acusado, em publicação do jornalista Erlan Bastos nas redes sociais. Veja:

Após as primeiras acusações, PC Siqueira fez uma publicação no Instagram, repudiando as acusações que, segundo ele, teriam sido feitas com más intenções de incrimina-lo, mas pouco tempo depois, o youtuber simplesmente apagou o post e manteve uma postura de silêncio absoluto em relação ao caso, principalmente depois que percebeu a rigidez que enfrentaria a partir de agora, a exemplo do mandado cumprido na última segunda-feira.

Cauê Moura e Rafinha Bastos, que integravam o canal "Ilha de Barbados" ao lado de PC, anunciaram o fim das atividades e manifestaram decepção com as notícias que indicavam o possível crime do colega. Rafinha também publicou um vídeo no YouTube em que relatou angústia e bloqueio criativo após o vazamento. 

+Celebridade

Sobre o autorMarcos Henderson
Publicitário, músico e, aqui, escrevo sobre o que as diferentes culturas têm a nos dizer. Como artista, celebro a força da arte e conto histórias do entretenimento. Twitter: @marhoscenderson