Diário 24 Horas

Conheça a tecnologia que reviveu Paul Walker em "Velozes e Furiosos 7"

Produtores recorreram ao estúdio de Peter Jackson para fazer um tratamento de última geração no longa

Conheça a tecnologia que reviveu Paul Walker em "Velozes e Furiosos 7"
PorDiário 24 Horas

Com estreia marcada para a próxima quinta-feira (1), "Velozes Furiosos 7" será o último filme com atuações de Paul Walker nos cinemas, e isso deve marcar um dia histórico para Hollywood e para a família do ator, além de fãs que estão ansiosos para conferir a produção. Esta, por sua vez, teve um aumento de US$ 50 milhões no orçamento por causa da tecnologia de CGI utilizada para "reviver" o personagem de Walker nas cenas.

Além disso, diversos materiais arquivados dos títulos anteriores foram reaproveitados. Para que o filme não ficasse confuso, o roteiro precisou ser refeito, para tudo se encaixar com as cenas "recicladas". Para auxiliar nas imagens geradas por computador, foram utilizados dublês, inclusive parentes do astro, por causa da semelhança física.

É claro que o tempo para término da produção cresceu, assim como o orçamento, que pulou de US$ 200 milhões para US$ 250 milhões, totalizando um acréscimo de aproximadamente R$ 160 milhões.

Os estúdios Universal explicaram que os dois irmãos do ator foram usados para completar as cenas restantes, e que imagens de Paul Walker em filmes anteriores serviram de base para a reconstrução. Mas os produtores evitaram entrar em detalhes sobre o uso de tecnologia - provavelmente para não sugerir que a presença física de Walker seria dispensável ao filme.

O processo de recriação do ator foi feito pela Weta Digital, empresa especializada de Peter Jackson. Os técnicos da Weta se recusaram a dar explicações, mas outra empresa, The Mill, explicou como recriou digitalmente o ator Oliver Reed, falecido durante as filmagens de Gladiador. No caso, uma máscara virtual foi aplicada sobre o rosto de um dublê: "Ele também tinha diálogos, então mudamos o movimento da boca".

A mesma empresa desenvolveu um comercial de televisão com uma versão computadorizada de Bruce Lee. "Nós criamos o rosto dele inteiramente em efeitos especiais, e os movimentos do corpo usavam cenas do ator como referência. [...] Os olhos exigem bastante trabalho. Manter os movimentos da musculatura contínuos e a construção dos olhos é o segredo para parecer real".

Em outro caso, o supervisor de efeitos especiais Scott Squires, que trabalhou em Capitão América 2 - O Soldado Invernal, falou sobre a nova prática de escanear atores desde o início das filmagens, para facilitar o trabalho dos técnicos na pós-produção: "Certos estúdios mantêm imagens escaneadas dos atores, nos arquivos".

Paul Walker e Roger Rodas faleceram no dia 30 de novembro de 2013, Em Santa Clarita, Los Angeles, Califórnia. Os dois saíam de um evento beneficente quando perderam o controle do veículo e se chocaram com um poste, causando uma explosão que incendiou o carro.

De acordo com informações divulgadas pelo site do jornal americano Los Angeles Times, a investigação concluiu que o acidente foi causado pela alta velocidade, após coletar imagens de câmeras de segurança e dados eletrônicos obtidos com a montadora do veículo.

Na hora da colisão, o Porsche dirigido por Roger Ruas, amigo de Paul, que estava no banco do passageiro, estava a 150 km/h.

"Os investigadores concluíram que a causa da colisão fatal do veículo foi a velocidade insegura para as condições da pista", disse o oficial Mike Parkere, do Departamento de Polícia do Condado de Los Angeles.

Além da alta velocidade, outro fator apontado pela investigação como causador da tragédia foram os pneus, com mais de nove anos de uso, descartando a hipótese de falha mecânica, como sugerido anteriormente.

Velozes e Furiosos 7 - Sinopse

Após os acontecimentos em Londres, Dom (Vin Diesel), Brian (Paul Walker), Letty (Michelle Rodriguez) e o resto da equipe tiveram a chance de voltar para os Estados Unidos e recomeçarem suas vidas. Mas a tranquilidade do grupo é destruída quando Ian Shaw (Jason Statham), um assassino profissional, quer vingança pela morte de seu irmão. Agora, a equipe tem que se reunir para impedir este novo vilão. Mas dessa vez, não é só sobre ser veloz. A luta é pela sobrevivência.

Na primeira exibição do  filme, que aconteceu no festival South by Southwest, no Texas, no domingo, 15, o público presente não conteve as emoções.

"Aqueles que se perdem seguem nos corações dos que vivem", disse Vin Diesel durante o filme.

Velozes e furiosos 7 é o último filme, o qual Walker participou como o ex-policial Brian O'Connor. Com 40 anos de idade,  ele sofreu um acidente fatal em Malibu, na Califórnia, em novembro de 2013.

Com informações dos portais O Povo e Adoro Cinema.

+Velozes e Furiosos 7

Sobre o autorDiário 24 Horas
Equipe de redação do Portal Diário 24 Horas. @diario24h