Morre Christopher Tolkien, filho e administrador do legado do autor de ‘O Senhor dos Anéis’

Christopher foi responsável por editar várias publicações póstumas do pai
Christopher foi responsável por editar várias publicações póstumas do pai
Por Kelly Lima

Os fãs das obras de J. R. R. Tolkien receberam uma notícia bem triste nesta quarta-feira, 16 de janeiro. Segundo comunicado divulgado pela Tolkien Society, Christopher Tolkien, filho do criador de ‘O Senhor do Anéis’ e ‘O Hobbit’, faleceu. Até o momento não havia sido revelado as causas da morte. Chris tinha 95 anos e vivia de forma discreta em uma propriedade afastada do alvoroço da cidade grande. Ele era o herdeiro literário de todo o legado deixado por seu pai.

“Christopher Tolkien morreu aos 95 anos. A Tolkien Society presta às mais profundas condolências para Baillie, Simon, Adam, Rachel e toda a família Tolkien”, dizia o comunicado divulgado pela instituição de caridade educacional e literária voltada para os estudos das obras do grande mestre Tolkien. Christopher teria morrido no Center Hospitalier de la Dracénie, localizado na região de Provence, na França.

O terceiro dos quatro filhos de Tolkien ficou conhecido mundialmente por administrar o patrimônio do ilustre patriarca. Ele editou pessoalmente muitos trabalhos do pai publicados postumamente e é o responsável por desenhar o mapa original da Terra Média, da mais famosa obra da mitologia Tolkeniana. Poucos eram tão qualificados quanto ele para a função, afinal, assim como os irmãos, escutava desde criança as histórias das aventuras de Bilbo Bolseiro e companhia. Por sinal, ‘O Hobbit’ foi criado especialmente para os herdeiros de J. R. R. Tolkien.

A morte de Christopher foi bastante sentida entre os admiradores das obras da família. “Foi o primeiro a ouvir sobre os hobbits, contado diretamente da boca de seu próprio pai. Namárie! Lágrimas na terra e os céus em festa”, comentou um internauta em uma página especializada no universo criado por Tolkien. “Que lamentável! Grande perda para todos os amantes do mundo Tolkien”, escreveu outro. “É como perder um ente querido”, lamentou um terceiro.

1
0
0