Coronavírus: Governo de Minas Gerais descarta caso no Brasil

Paciente, que esteve na China, apresentou os sintomas mas o risco do vírus foi descartado.
Paciente, que esteve na China, apresentou os sintomas mas o risco do vírus foi descartado.
Por Carol Souza

Nesta última quinta-feira (23) a Secretaria de Estado de Saúde do Estado revelou ter descartado por completo a suspeita de um caso de coronavírus em Belo Horizonte. 

A paciente, uma mulher de 35 anos, recentemente esteve na China, onde a situação segue se agravando, e apresentou sintomas semelhantes ao da doença ao chegar ao Brasil, o que ocasionou a preocupação e eventualmente sua internação e isolamento.

Segundo a Secretaria, o estado da paciente segue estável. Após a avaliação da mulher, o Ministério da Saúde descartou a ocorrência de qualquer caso suspeito no Brasil.

Na China, ainda esta manhã, foi anunciado o fechamento de parte da Grande Muralha devido ao surto da doença no país, chegando a 26 mortes e pelo menos 830 contaminações. Mais de 40 milhões de pessoas foram isoladas em suas cidades após restrições às redes de transporte como medida para evitar a propagação do coronavírus.

Segundo informações da imprensa local, cerca de 13 prefeituras adotaram medidas de isolamento na região de Wuhan, metrópole com aproximadamente 11 milhões de habitantes, onde detectou-se o vírus ainda no início em dezembro de 2019.

Além da Grande Muralha, outros locais emblemáticos de Pequim serão fechados a partir deste sábado (25), entre eles túmulos da dinastia Ming e a floresta Yinshan Pagoda. Já nesta sexta as portas do Estádio Nacional de Pequim, conhecido como Ninho de Pássaro, construído para os Jogos Olímpicos de Pequim em 2008, estão fechadas.

0
0
0