Prince: Petição é lançada em Minnesota para trocar estátua de Colombo por estátua do cantor

'Em vez de glorificar um homem que queria extinguir os povos negros e nativos, devemos honrar os membros de nossa comunidade cuja liderança achamos inspiradoras'.
'Em vez de glorificar um homem que queria extinguir os povos negros e nativos, devemos honrar os membros de nossa comunidade cuja liderança achamos inspiradoras'.
PorCarol Souza24/06/2020 10h20

Residentes do Tennessee lançaram recentemente uma petição pedindo às autoridades estaduais que substituam estátuas em homenagem a personalidades racistas por grandes e belas estátuas em homenagem a uma verdadeiro heroína local: Dolly Parton.

Agora, um grupo de cidadãos de Minnesota está adotando uma abordagem semelhante, pois lançou sua própria petição com o objetivo de remover uma estátua de Cristóvão Colombo que segue de pé no terreno da capital do estado. Em seu lugar, eles querem construir uma estátua do próprio Purple One, Prince Rogers Nelson.

"Em todo o país, os governos municipais estão optando por remover estátuas de supremacistas brancos, proprietários de escravos e aqueles que ameaçaram o sustento do povo negro. Aqui em Minnesota, as comunidades estão reacendendo a demanda para derrubar o monumento estadual a Cristóvão Colombo, um homem que assassinou, estuprou e escravizou povos negros e nativos nas Américas", diz a petição.

"Nós, que assinamos, não acreditamos que Colombo represente os valores que os cidadãos de Minnesota carregam. Em vez de glorificar um homem que queria extinguir povos negros e nativos, devemos honrar os membros de nossa comunidade cuja liderança achamos inspiradoras".

Leia também: Guitarra Blue Prince Cloud 2, de Prince, é vendida por US$ 563.500 em leilão

Simplificando, "Prince representa os valores de Minnesota e Columbus não", acrescenta a petição.

Ironicamente, a petição foi iniciada em 2017, antes do assassinato de George Floyd em Minneapolis e da agitação das manifestações anti-rascistas em todo o mundo. No entanto, nos últimos dias, a petição ganhou nova vida, com quase 10.000 assinaturas até o momento.

Naturalmente, ao contrário de Colombo, Prince era natural de Minnesota, e viveu e trabalhou no estado toda a sua vida e cujas cinzas cremadas ainda residem em sua antiga casa e estúdio, Paisley Park, em Chanhassen, MN.

E enquanto Colombo era um maníaco genocida que torturava e mutilava milhares (se não centenas de milhares) de índios, Prince era um firme defensor da justiça social, que lutava pela liberdade criativa e artística e ao mesmo tempo elevava as músicas de cor. Ele também costumava usar sua música para destacar questões raciais e políticas: na verdade, uma de suas músicas finais, "Baltimore", abordava a morte de homens negros nas mãos da polícia.

Incrivelmente, diante de todos estes fatos, Prince ainda não tem uma estátua em seu estado natal, mas Colombo tem. 

+Música

0
1
0
Sobre o autorCarol Souza
Amante do cinema, dos livros e apaixonadíssima pelo bom e velho rock n'roll. Amo escrever e escrevo sobre o que amo. Ativista da causa feminista e bebedora de café profissional. Instagram: @barbooosa.carol