Claudia Leitte explica fim de contrato com a Roc Nation: "estava ficando muito caro"

Cantora revelou detalhes da experiência como artista internacional e encontros com celebridades históricas
Cantora revelou detalhes da experiência como artista internacional e encontros com celebridades históricas
PorMarcos Henderson24/06/2020 13h49

Claudia Leitte confirmou o fim de contrato com a gravadora Roc Nation em live realizada na última terça-feira (23) nas redes sociais. Na transmissão, a cantora conversou com os fãs e respondeu algumas perguntas, e como muitos dos questionamentos eram direcionados às relações profissionais, ela decidiu abrir o jogo. 

“Eu pedi que a gente desfizesse a parte profissional, mas ficasse com a pessoal. Estava ficando muito caro pra mim. Eu trabalhei em projetos, mas acabou não rolando. Jay Brown é meu empresário e meu amigo“, esclareceu a artista, que começou a apostar em carreira internacional a partir de 2015, com parcerias de peso, como Pitbull e Daddy Yankee. Em 2014, ela conseguiu chegar à posição 59 da Billboard Hot 100 graças ao tema da Copa do Mundo, "We Are One (Ole Ola)". 

Durante o bate-papo com os fãs, Claudia Leitte também detalhou como se tornou sua rotina após assinar contrato com a gravadora de Jay-Z, co-fundada por Jay Brown. "O meu empresário, o Jay Brown, fazia essas coisas, ele me levava pra jantar na casa de um monte de ator de Hollywood", disse a cantora, que também lembrou o grande networking conquistado durante esse período com humildade, sem crescer os olhos para uma suposta transformação em diva internacional. 

Ela ainda revela que foi muito bem tratada por Beyoncé durante os bastidores da turnê "On the Run II", sobretudo após assistir ao show da diva, que segundo ela, voltou impecável da apresentação, como se nada tivesse acontecido. "“Aí acabou o show, vem Beyoncé. Parecia que não tinha uma gota de suor escorrendo, a mulher impecável, no final do show. Ela veio e falou com a gente, super simpática“, disse a cantora, que ainda revelou ter virado alguns shots de cachaça com Rihanna em um jantar: "[...] fui botando shot e, pense numa classe que ela estava. Eu fiquei com os olhos virando, meu inglês virou aramaico esquisito."

+Música

0
1
0
Sobre o autorMarcos Henderson
Publicitário, músico e, aqui, escrevo sobre o que as diferentes culturas têm a nos dizer. Como artista, celebro a força da arte e conto histórias do entretenimento. Twitter: @marhoscenderson