Diário 24 Horas

Walcyr Carrasco confirma que tirou Marina Ruy Barbosa de "Amor à Vida" por polêmicas nos bastidores

A polêmica ficou no ar por oito anos até o escritor finalmente dar sua versão sobre os fatos.
A polêmica ficou no ar por oito anos até o escritor finalmente dar sua versão sobre os fatos.
Bruna Pinheiro
PorBruna Pinheiro

Em 2013, a novela "Amor à Vida" foi ao ar escrita por Walcyr Carrasco. Com Marina Ruy Barbosa como parte do elenco, a ruiva teve sua personagem "morta" pelo escritor e gerou um dos maiores burburinhos dos bastidores das novelas globais.

Finalmente Walcyr confirmou com todas letras que a morte da personagem foi porque Marina se negou a raspar a cabeça na trama. A confirmação foi feita durante uma live com a jornalista Marcia Piovesan no Instagram da revista Caras. O autor relatou que Marina sabia que deveria raspar a cabeça, mas se negou quando o momento chegou alegando compromissos comerciais.

"Quando ela aceitou o papel, ela tinha combinado que cortaria o cabelo. Tinha combinado verbalmente que cortaria quando aceitou o papel. Ela foi fazer o papel e a história [do corte] foi chegando. Ela não avisou com tanta antecedência que não iria cortar", explicou Walcyr durante a entrevista e continuou: "Se ela tivesse, a certa altura, avisa com muita antecedência, eu teria sabido orientar a história para outro lugar".

Como única saída, o escritor optou por matar a personagem o quanto antes, que já estava dentro da sua ideia inicial. Ele relatou que ficou chateado na época, mas que considera Marina uma atriz bonita e que trabalharia com ela novamente, desde que acertassem todos os detalhes com antecedência.

A personagem de Marina morreu durante o seu casamento e voltou como fantasma
A personagem de Marina morreu durante o seu casamento e voltou como fantasma
A personagem de Marina morreu durante o seu casamento e voltou como fantasma

A atriz comentou sobre a entrevista em suas redes sociais, dizendo que "desistiu" da personagem pois a história estava tomando outro rumo.

E continuou seu desabafo sobre o trabalho: "Uma pena que na época não tive ‘acesso’ e não pude falar diretamente com o autor. Nunca nos falamos, nem no momento em que fui chamada pra novela, durante o trabalho ou depois de tudo. Uma pena não ter tido a chance de conversar e entender o que se passava na cabeça do Walcyr”.

Por fim, a atriz destacou a sua coragem de questionar e arriscar e que, de forma alguma, tomou uma atitude leviana quando optou por "desistir" da personagem. "Acho que muita coisa mudou de lá pra cá, e hoje ninguém é mais inacessível e essas hierarquias são tratadas de uma forma bem mais saudável nos ambientes de trabalho. No entanto, possuo total respeito e admiração pelo trabalho do Walcyr, um autor que considero muito talentoso", finalizou.

ComentáriosO que você achou?
TV e Celebridades
Últimas