No Criança Esperança, Luciano Huck defende volta urgente às aulas presenciais

O apresentador sugeriu que mães e pais estariam jogando dinheiro fora se não levarem urgentemente os filhos de volta às escolas
O apresentador sugeriu que mães e pais estariam jogando dinheiro fora se não levarem urgentemente os filhos de volta às escolas
Marcos Henderson
PorMarcos Henderson

Luciano Huck defendeu a volta urgente às aulas presenciais nas escolas do Brasil, alegando que os pais estariam desperdiçando dinheiro público ao deixarem os filhos em casa. A afirmação do apresentador gerou indignação em parte considerável dos espectadores da Globo durante a exibição do Criança Esperança na última segunda-feira (23) e rendeu diversas críticas direcionadas exclusivamente ao novo anfitrião das tardes de domingo na emissora. 

“A doação mais importante que podemos ter essa noite é você mandar seu filho de volta para escola. O Brasil gasta milhões com Educação durante o ano e esse dinheiro é do seu filho. Você não mandar seu filho para escola significa que está jogando esse dinheiro fora. Leve seu filho de volta para escola", disse Huck durante o programa. 

O Brasil registrou nesta segunda-feira 321 mortes por Covid-19 e 13.103 novos casos da doença, segundo os dados atualizados pelas secretarias estaduais de Saúde e enviados ao Ministério da Saúde e ao Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass). Por isso, a frase de Huck se torna uma via de mão dupla na interpretação geral do público, sobretudo pelo medo geral de que as crianças e adolescentes sejam infectados nas escolas. 

Na última semana, por exemplo, houve um surto de Covid-19 em uma escola particular de Belém que praticava o modelo de ensino híbrido, com redução de 50% da capacidade das turmas presenciais. Após o registro de pelo menos 15 casos de coronavírus no colégio Marista, descobriu-se através de áudios vazados entre alguns dos alunos que a transmissão aconteceu após um garoto beijar uma menina infectada em uma festa. 

Entre as críticas a Luciano Huck, diversos internautas consideraram injusta a cobrança do apresentador. "Esse Luciano Huck falando que o Brasil passou muito tempo com as escolas fechadas. Estamos em agosto, 17 meses em pandemia, e os professores ainda não tomaram a 2° dose. Tá rolando contaminação em massa nas escolas, professores doentes e morrendo", disse uma usuária do Twitter, revoltada. 

Comentários

O que você achou?