Evento em SP homenageia general iraniano

Evento em SP homenageia general iraniano
PorBruna Pinheiro06/01/2020 16h24

No último domingo (5), foi organizado na cidade de São Paulo uma homenagem ao general iraniano Qassim Suleimani, morto durante um ataque dos Estados Unidos utilizando drones. O evento contou com a participação de cerca de cem pessoas em um hotel na cidade.

O general Suleimani era o 2º líder na hierarquia do Irã, sendo principal comandante militar do país. Acima de Suleimani estava apenas o aiatolá (líder supremo) Ali Khamenei. No momento de sua saída do Aeroporto de Badgá na última sexta-feira (3), o exército norte-americano enviou drones com bombas que acertaram o general e vários de seus acompanhantes.

Aqui no Brasil, o evento foi realizado pela comunidade iraniana de São Paulo. Presente no evento, o xeque Houssein Khaliloo, líder religioso do Centro Imam Mahdi de São Paulo, disse que o general “Foi martirizada uma pessoa importante no mundo inteiro”. O também xeque Rodrigo Jalloul encerrou o evento afirmando que o martírio de Qassim Suleimani uniu os povos em um mesmo propósito dizendo que “O sangue derramado conseguiu nos unir e estamos todos agora falando sobre justiça”.

Durante o final de semana o corpo de Qassim Suleimani foi velado em Bagdá e outros municípios do Irã. Hoje (6), os restos mortais chegaram ao Teerã e devem ser sepultados amanhã (7) em Kerman, cidade ao leste do país.

No momento, seu funeral reúne milhares de pessoas, carregando cartazes com o rosto de Suleimani. Junto com seu caixão, está sendo velado também o do líder miliciano iraquiano Abu Mahdi al-Muhandis, morto no mesmo ataque em Bagdá. A filha do general iraniano, Zeinab Soleimani, discursou durante a caminhada do velório que conta com altas autoridades do país. O Irã decretou luto oficial de seis dias.

0
0
0
Sobre o autorBruna Pinheiro
Internacionalista. Escrevo hoje sobre política, economia, filmes e séries. Adoro viajar e comer (não necessariamente nessa ordem). Segue lá @bpinheiro1