Funko do Baby Yoda é o produto mais vendido da marca

Baby Yoda é um dos personagens mais adorados das redes sociais dos últimos meses graças a séria 'The Mandalorian'
Baby Yoda é um dos personagens mais adorados das redes sociais dos últimos meses graças a séria 'The Mandalorian'
PorBruna Pinheiro07/02/2020 23h50

O site Comicbook divulgou nesta quinta-feira (6) que o Funk Pop do Baby Yoda foi o produto mais vendido da marca na história, e ainda está no período de pré-venda. A popularidade do pequeno personagem da série da Disney+, “The Mandalorian”, já está dando o que falar nas redes sociais desde que apareceu pela primeira vez nas telas do streaming americano.

A marca de action figures anunciou as vendas em dezembro de 2019, e os dois produtos do Baby Yoda disponíveis são nas proporções 3’’ e 10’’ — 7,6 cm e 25,4 cm. O segundo formato esgotou em pouco tempo, inclusive em sites de vendas internacionais como a Amazon, que tem o produto disponível para entrega apenas para datas entre 15 e 20 de maio. Na Amazon, a versão menor do action figure é a primeira colocada no número de vendas.

Leia também: Disney confirma segunda temporada da série “The Mandalorian”

A própria Disney já havia encomendado vários produtos do personagem do universo Star Wars devido ao seu grande sucesso, nas versões pelúcia e para colecionadores. Na série, o personagem é apresentado como “The Child”, mas foi carinhosamente apelidado pelos fãs de “Baby Yoda”, e ganhou o gosto popular por suas características e animações.

Mas, se engana quem pensa que esta fofura está disponível a um preço baixo, justificando a rápida venda. Nos Estados Unidos, a edição da linha Funko Pop pode sair nos valores entre US$ 8,78 a US$ 29,96, já no Brasil os sites com pré-vendas disponíveis estão com valores variando entre R$ 159,90 e R$ 399,90, mas somente com envios de entrega para o final do mês de junho.

Sem dúvidas, a linha de produtos gerada a partir do Baby Yoda se transformou em uma grande sacada comercial atual da Disney, que a partir da série e do seu próprio serviço de streaming, já garantiu novos rumos para o mercado de consumo de filmes, séries e desenhos com serviços e produtos adorados pelo público.

Comentários

Sobre o autorBruna Pinheiro
Internacionalista. Escrevo hoje sobre política, economia, filmes e séries. Adoro viajar e comer (não necessariamente nessa ordem). Segue lá @bpinheiro1