Oscar 2020: Conheça os indicados e favoritos ao prêmio

A 92.ª cerimônia de entrega dos Academy Awards, o Oscar 2020 acontece neste domingo (9), no Teatro Dolby, em Los Angeles
A 92.ª cerimônia de entrega dos Academy Awards, o Oscar 2020 acontece neste domingo (9), no Teatro Dolby, em Los Angeles
Por Carol Souza

Dificilmente conseguimos antecipar os favoritos do Oscar, porém em 2020 parece que já temos alguns nomes bastante cotados entre os críticos e o público, devido ao seu sucesso nas telonas.

Quatro dos 19 indicados aos prêmios de atuação chegam como favoritos absolutos, com outros prêmios conquistados na bagagem como Globos de Ouro e troféus no BAFTA.

Joaquin Phoenix (Melhor Ator – Coringa), Renée Zellweger (Melhor Atriz – Judy), Brad Pitt (Melhor Ator Coadjuvante – Era Uma Vez Em... Hollywood) e Laura Dern (Melhor Atriz Coadjuvante – História de Um Casamento) são os nomes do momento e suas categorias no quesito predileção à estatueta da Academia este ano.

Entretanto, estrelas como Adam Driver (Melhor Ator – História de Um Casamento), Saoirse Ronan (Melhor Atriz – Adoráveis Mulheres) e Florence Pugh (Melhor Atriz Coadjuvante – Adoráveis Mulheres) foram um pouco menos cotados mas mesmo assim elogiados, e de acordo com a crítica, possuem chances reais de serem premiados também.

Abaixo, conheça mais sobre os indicados:

MELHOR ATOR

Um dos nomes mais comentados e elogiados do cinema neste ano, Joaquin Phoenix com certeza é um dos favoritos a Melhor Ator este ano. Elogiadíssimo por sua versão do Palhaço do Crime em Coringa, Phoenix está com sua estante cheia de troféus de outras premiações a que concorreu. Em sua quarta indicação, o ator já foi indicado em outras ocasiões por suas atuações em Johnny e June, Gladiador e O Mestre.

No que diz respeito à predileção do público, Adam Driver – que foi considerado por Scorsese como um dos melhores atores de sua geração – é cotado como o ator que pode tirar o Oscar de Phoenix. Em sua segunda indicação, já tendo figurado na lista por Infiltrado na Klan, desta vez Drive compete por História de Um Casamento.

Antonio Banderas e Jonathan Price são “carnes novas”. Concorrendo por Dor e Glória e Dois Papas, respectivamente, esta será a primeira vez dos atores na premiação. Já Leonardo DiCaprio, que depois de seis indicações finalmente venceu por sua atuação em O Regresso, em 2016, completa a lista concorrendo por seu papel em Era Uma Vez Em... Hollywood.

MELHOR ATRIZ

Renée Zellweger, vencedora em 2004 por Cold Mountain, tem sido a maior ganhadora da temporada de premiações e este ano retorna ao Oscar por sua atuação em Judy. Nome vencedor no Critics’ Choice Awards, Globo de Ouro, BAFTA e SAG Awards, esta é sua segunda indicação ao prêmio e, de acordo com a crítica, é uma das favoritas.

Outra vencedora de 2004, Charlize Theron segue em sua terceira indicação por O Escândalo. Já tendo vencido no passado por Monster: Desejo Assassino, em que aparece irreconhecível, a bela repete o feito na produção deste ano vivendo a jornalista Meggyn Kelly. 

A dobradinha deste ano ficou por conta de Scarlett Johansson, que concorrendo como Melhor Atriz Coadjuvante por Jojo Rabbit, concorre na categoria de Melhor Atriz por História de Um Casamento, em sua primeira indicação à estatueta. 

Também debutante no Oscar, Cynthia Erivo, concorre por Harriet, cinebiografia de uma das figuras mais importantes do movimento abolicionista norte-americano, e também fazendo uma dobradinha, concorre a Melhor Canção Original por “Stand Up”.

Por último mas não menos importante, Saoirse Ronan concorre pela quarta vez Oscar, desta vez por Adoráveis Mulheres. Aos 25 anos, Saoirse é a segunda pessoa mais jovem a conseguir o feito - a bela foi indicada aos 13 anos, por Desejo e Reparação.

MELHOR ATOR COADJUVANTE

Quatro vezes indicado ao Oscar - 12 Macacos, O Curioso Caso de Benjamin Button e Moneyball -, desta vez Brad Pitt figura na lista por sua performance em Era Uma Vez Em... Hollywood. Veterano das telonas, Pitt se consagrou este ano levando prêmios no BAFTA, SAG Awards e Globo de Ouro justamente por seu papel no longa de Quentin Tarantino, e encara competidores como Tom Hanks, que concorre pela sexta vez ao Oscar por Um Lindo Dia na Vizinhança, já tendo sido premiado por Forrest Gump e Filadélfia e indicado por suas atuações em O Náufrago, O Resgate do Soldado Ryan e Quero Ser Grande.

Concorrendo este ano por seu papel em Dois Papas, o vencedor em 1992 por sua atuação assustadora como Hannibal Lecter em Silêncio dos Inocentes Anthony Hopkins está na corrida pela quinta vez. Outro nome bastante conhecido da Academia e que tem apenas uma estatueta é Al Pacino, que chegou à sua nona indicação após atuar em O Irlandês.

Por falar em O Irlandês, Joe Pesci marca sua volta ao cinema e segue na briga para conquistar sua segunda estatueta, tendo vencido na mesma categoria em 1991 por Os Bons Companheiros, também dirigido por Martin Scorsese.

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE

Laura Dern atuou de forma brilhante e roubou a cena em História de Um Casamento, o que lhe rendeu a alcunha de favorita em sua categoria no Oscar 2020. A atriz conquistou prêmios em outras cerimônias do ramo como Globo de Ouro, SAG Awards e BAFTA por seu papel no longa, e está no ranking este ano com sua terceira indicação. Ainda falando sobre a produção de Noah Baumbach, Scarlett Johansson está na briga em duas categorias, e uma delas contra a colega, Laura, na categoria de Melhor Atriz Coadjuvante por Jojo Rabbit. Scarlett concorre ainda como Melhor Atriz por História de Um Casamento.

A atriz Kathy Bates, de O Caso Richard Jewell, é a única das indicadas desta categoria que possui uma estatueta em sua estante. Vencedora de 1991 por Louca Obsessão, Kathy concorre pela quarta vez em 2020.

Florence Pugh, de 24 anos, começa 2020 com chances reais de levar o Oscar por sua atuação em Adoráveis Mulheres, filme no qual rouba cada cena em que aparece. Completando a lista, Margot Robbie segue na briga em sua segunda indicação por O Escândalo, tendo já sido indicada como Melhor Atriz em 2018, por Eu, Tonya.

MELHOR FILME

Sem dúvidas, esta é a categoria mais importante do Oscar. Os concorrentes tem temáticas diversas, como Ford vs Ferrari, que narra a disputa entre as escuderias internacionais e corridas eletrizantes. Em seguida temos o longo filme O Irlandês, um audacioso trabalho da Netflix com nomes de peso na produção. Por sua vez, JoJo Rabbit é um drama histórico com bom humor e temas necessários para serem debatidos como o nazismo. Um dos filmes mais aclamados em 2019 pela atuação, Coringa é o drama necessário aos filmes de herói (ou nesse caso, anti-herói) de quadrinhos.

Adoráveis Mulheres mostra o companheirismo e histórias de vida de quatro irmãs em uma bela obra de época. Já História de um Casamento narra o casamento em crise de um casal e como contornar esta situação em prol de seu filho. Um filme extremamente elogiado pela crítica por sua técnica, 1917 conta uma história de guerra com muita ação e trabalho de direção impecável. Com um olhar Tarantino de ser, Era Uma Vez Em... Hollywood conta os fatos como queria que fosse, sem abrir mão da ação e da interpretação de seus atores. Por fim, o sul-coreano Parasita é a curva fora da pista, com muitas mudanças em seu enredo e uma visão possível apenas por seus atores e produtores.

Enquete
3
0
0