Regina Duarte é atacada por bolsonaristas após exoneração de 12 dirigentes da Secretaria da Cultura

Atriz é apontada como suposta 'comunista infiltrada' por bolsonaristas
Atriz é apontada como suposta 'comunista infiltrada' por bolsonaristas
PorMarcos Henderson04/03/2020 14h51

Nesta quarta-feira (4), Regina Duarte tomou posse como Secretária de Cultura do governo Bolsonaro após confirmação no Diário Oficial da União, que também confirmou a exoneração de 12 dirigentes da Secretaria de Cultura, incluindo Dante Mantovani, até então presidente da Funarte e responsável por diversas polêmicas desde o ano passado, quando ligou o Rock ao aborto e ao satanismo, e, mais recentemente, ao repetir a censura de gêneros musicais que não fossem ligados a orquestras clássicas em edital do Prêmio Funarte de Apoio a Bandas de Música 2020.

Rapidamente, bolsonaristas começaram a utilizar as redes sociais para relacionar a posse de Regina Duarte à demissão dos 12 servidores em cargo de chefia, em comentários que giravam em torno de acusações de infiltração da atriz, que é apontada como "esquerdista" por vários apoiadores do presidente da república nesta quarta. Diversos artistas mantiveram as críticas a Duarte e também levantaram questionamentos sobre ausência da classe durante a cerimônia de posse, em repúdio à aliança formada entre a atriz e Bolsonaro. 

No Twitter, quase 50 mil publicações com o nome de Regina Duarte forma contabilizados até o fechamento desta matéria, e entre os comentários, uma série de duras críticas à atriz. "Regina Duarte começa com o pé esquerdo, demitiu apoiadores de Bolsonaro e nomeou gente do PSOl eternos inimigos da cultura e da decência. Inflizmente é #ForaRegina", disparou um internauta. "E a Regina Duarte que perdeu o emprego na globo e ainda  conseguiu ser odiada pela esquerda e pela direita", disse outro usuário da plataforma. "A demissão do maestro Dante Mantovani da presidência da FUNARTE é o pior cenário para o início da gestão de Regina Duarte. Começa literalmente com o pé ESQUERDO! Lamentável é pouco!", em defesa direta a Mantovani.

Em diversas menções relacionadas ao PSOL, Regina Duarte também é citada por um dos membros do partido, Ivan Valente. "Regina Duarte toma posse em seu pior papel, o de coadjuvante num governo neofascista, que humilha mulheres, retira direitos, ofende jornalistas e ameaça a democracia. Fim lamentável de uma novela que contou com episódios ridículos como 'cansei' e 'eu tenho medo'", disse o deputado eleito pelo PSOL-SP. 

Comentários

Sobre o autorMarcos Henderson
Publicitário, músico e, aqui, escrevo sobre o que as diferentes culturas têm a nos dizer. Como artista, celebro a força da arte e conto histórias do entretenimento. Twitter: @marhoscenderson