Twitter lança o "Fleets" recurso semelhante aos Stories

O novo recurso do Twitter já está sendo testado no Brasil.
O novo recurso do Twitter já está sendo testado no Brasil.

O Twitter irá receber uma nova atualização. A rede social está testando sua própria versão do Stories. A empresa anunciou hoje que começará a testar um novo formato de compartilhamento chamado "Fleets", que terá sua estreia no Brasil e permitirá aos usuários publicar conteúdo efêmero em sua rede social pela primeira vez. Ao contrário dos Tweets, os novos Fleets do Twitter não poderão receber Curtidas, Respostas ou Retweets. E eles desaparecerão completamente após 24 horas.

O Twitter é uma das últimas plataformas sociais importantes a testar o formato Stories. Popularizado pela primeira vez pelo Snapchat, agora você pode encontrar uma versão do Stories no Instagram, Facebook, WhatsApp, YouTube e outros.

No Brasil, os testadores verão ícones de perfil arredondados na parte superior de sua linha do tempo no aplicativo móvel do Twitter. Isso será imediatamente reconhecido como um recurso de Stories. O primeiro ícone é na verdade um pequeno balão de pensamento exibindo sua própria foto de perfil. Os usuários simplesmente clicam no botão "+" para compor sua frota.

Interface do Twitter após a atualização com os Fleets.
Interface do Twitter após a atualização com os Fleets.
Interface do Twitter após a atualização com os Fleets.

A interface do compositor é mais simples do que você encontraria em sites de redes sociais rivais. O Twitter diz que isso reflete a natureza centrada no texto de seu produto. No entanto, os usuários podem adicionar fotos, GIFs e vídeos no Fleets, mesmo que ferramentas de edição sofisticadas não estejam disponíveis.

Para visualizar os vários Fleets que um usuário postou, você terá que deslizar para baixo em vez de avançar horizontalmente, com toques nas laterais da tela. Enquanto isso, para passar para o Fleets da próxima pessoa, você terá que deslizar para a esquerda.

O Twitter diz que os Fleets começarão a ser lançados a partir de hoje (4) para usuários brasileiros com sistemas iOS e Android, após a atualização do aplicativo.

Leia também