Estação Espacial Internacional tem sistema que transforma urina em água

Esta ação é fundamental para a grande ideia de Elon Musk em explorar a Lua e de levar à humanidade à Marte
Esta ação é fundamental para a grande ideia de Elon Musk em explorar a Lua e de levar à humanidade à Marte

Os pesquisadores para viagens espaciais não param de inovar! A Estação Espacial Internacional conseguiu desenvolver um novo sistema que transforma urina em água, algo extremamente necessário levando em consideração que os espaços físicos dos módulos são absurdamente caros durante as missões especiais.

Pensando nisso, o reaproveitamento de espaço é indispensável, e para isso, durante a 20ª missão de reabastecimento da SpaceX, empresa estadunidense de sistemas aeroespaciais e de serviços de transporte espacial de Elon Musk, para a Estação Espacial Internacional levou para a nave um novo hardware de suporte à vida, que inclui um sistema recuperação que fornece água potável ao reaproveitar resíduos, incluindo a urina da tripulação.

Esta ação é fundamental para a grande ideia de Musk em explorar a Lua e de levar à humanidade à Marte nas próximas décadas. A ideia atual é que os astronautas passem semanas ou até mesmo meses sem novas cargas de suprimentos, reaproveitando ao máximo tudo o que levarem para durante a missão Artemis.

No caso deste sistema de recuperação, a água é responsável por condensar umidade da cabine e a água do sistema de hidratação dentro dos trajes espaciais. A urina dos tripulantes é fervida para purificação através de um processador. A água produzida por esta processo será combinada com todas as outras águas residuais e, em seguida, entregue ao processador de tratamento geral, onde passará por uma série de tratamentos químicos e de filtragem para garantir uma água limpa e consumo. Todo o processo segue rigorosos padrões de pureza antes de poder ser usada pela tripulação.

Leia também