Stuart Gordon, diretor de "Querida, Encolhi as Crianças", morre aos 72 anos

Família divulgou o falecimento mas não revelou a causa da morte
Família divulgou o falecimento mas não revelou a causa da morte

O mestre do horror Stuart Gordon, cineasta americano, diretor de teatro, roteirista e dramaturgo, morreu nesta quarta-feira (25), aos 72 anos de idade. As informações foram confirmadas por sua família à Variety, que não revelou a causa da morte.

O cineasta de Chicago iniciou sua carreira na cena do teatro, antes de finalmente deixar sua marca em Hollywood.

Sua estreia, "A Hora dos Mortos-Vivos", de 1985, continua sendo uma obra-prima de todos os tempos, e desde então gerou várias sequências - que não foram dirigidas por ele. Seus seguidores imediatos, especificamente "Do Além", de 1986, e "Bonecas Macabras", de 1987, são igualmente bem-sucedidos.

Em outros gêneros que não o horror, o diretor deixou sua marca e ficou conhecido por co-escrever a história do clássico da Disney de 1989, "Querida, Encolhi as Crianças", figurinha carimbada nas tardes da tv brasileira. Vale ressaltar que, ao ser diagnosticado com hipertensão, teve de abandonar a direção do projeto. 

Na ficção, dirigiu "A Fortaleza", de 1992, no suspense "Submundo", de 2005 e no drama "Rota de Colisão", de 2007, que foi seu último trabalho nos cinemas. Gordon ainda participou do mundo das séries,  dirigindo dois episódios da série de antologia "Masters of Horror", de Mick Garris.

Gordon deixa sua esposa Carolyn Purdy-Gordon, suas três filhas e quatro netos.

Comentários

Leia também