Shahan 'Clown' Crahan, do Slipknot, fala sobre motivo de a banda não deixar de usar máscaras: "Eu me sentiria inferior"

'Nós não somos do seu tipo. Nós não somos como você. Nós não somos parte da sua hipótese', disse o músico, se referindo a artistas que mudaram sua imagem ao longo dos anos.
'Nós não somos do seu tipo. Nós não somos como você. Nós não somos parte da sua hipótese', disse o músico, se referindo a artistas que mudaram sua imagem ao longo dos anos.
PorCarol Souza03/06/2020 20h48

Nesta semana, durante entrevista ao programa "The Fred Minnick Show" no YouTube, o percursionista Shawn 'Clown' Crahan explicou por que o Slipknot nunca deixará de usar suas tão características máscaras.

Durante o bate-papo, o músico disse que se sentiria "inferior" e "traído" se seus colegas de banda decidissem abandonar o uso das máscaras que se tornaram sinônimo de sua marca.

"Não há um dia que passe sem que todo membro deseje que a gente não precisasse usar essas coisas. Especialmente tendo sido ideia minha no sentido de eu tê-la colocado na mesa. E até onde eu sei, talvez alguns dos caras pensem que é a pior coisa do mundo. Eles aceitaram por causa do nosso amor uns pelos outros e o nosso sonho e a nossa marca, mas secretamente, algumas pessoas podem estar só, tipo, ‘Eu não acredito que eu assinei um contrato vitalício com isso aqui’, enquanto eu só estou fazendo isso, assim. Então eu nunca forcei isso à ninguém. Parece que é o que quisemos fazer. E tem ajudado, realmente é quem nós somos", disse ele.

E continuou: "As pessoas me perguntam o tempo todo, ‘Vocês vão tirar a máscara?’. E eu digo, ‘Por que eu preciso fazer isso?’. Você só está me perguntando por causa do comportamento. Você só está fazendo isso porque você tem uma hipótese baseada em todos os outros artistas, enfim, mas eu não sou parte desse teste, dessa pesquisa de campo. Eu sou 'The Clown' em uma banda chamada Slipknot. Nós não somos do seu tipo. Nós não somos como você. Nós não somos parte da sua hipótese".

Os comentários de Crahan ecoam os do vocalista da banda, Corey Taylor, que disse ao Ireland Overdrive em uma entrevista em 2019 que ele não conseguia ver o Slipknot desmascarado.

"Faz parte da nossa arte", disse Crahan. "Também é parte da razão pela qual trocamos as máscaras a cada álbum. Ao contrário do KISS, eles sempre usaram a mesma maquiagem e nunca evoluiu. Para nós, mudamos a cada álbum e não apenas as máscaras, mas também as roupas. Você pode citar todos os álbuns, só pelo uniforme. Eu acho que coisas assim mantiveram o Slipknot relevante, mantiveram a música vibrante, mantiveram os shows ao vivo diferentes e nos impediram de estagnar. Então, não, eu nunca poderia nos ver deixando as máscaras".

O Slipknot deveria sediar seu evento inaugural 'Knotfest at Sea' em agosto, bem como uma turnê de verão em divulgação do seu último álbum, "Not We Are Not Your Kind". Entretanto, como centenas de outras bandas, eles foram forçados a cancelar seu festival e agenda de shows planejados devido à atual pandemia de coronavírus.

Assista aos vídeos da entrevista, separada em duas partes, abaixo:

+Rock

0
0
0
Carol Souza
Sobre o autorCarol Souza
Amante do cinema, dos livros e apaixonadíssima pelo bom e velho rock n'roll. Amo escrever e escrevo sobre o que amo. Ativista da causa feminista e bebedora de café profissional. Instagram: @barbooosa.carol