Diário 24 Horas

"Tempo Perdido", da Legião Urbana, ganha versão com Pitty, Supla, Dinho Ouro Preto, Badauí e mais 18 artistas

Nova versão de quarentena é uma parceria da rádio paulista 89FM A Rádio Rock com Dado Villa-Lobos, ex-membro da Legião Urbana.
Nova versão de quarentena é uma parceria da rádio paulista 89FM A Rádio Rock com Dado Villa-Lobos, ex-membro da Legião Urbana.
Carol Souza
PorCarol Souza

Nesta última terça-feira (9) chegou à web uma versão "alternativa" da clássica canção "Tempo Perdido", imortalizada na voz do grande músico e poeta Renato Russo, da Legião Urbana.

Contando com cerca de 23 artistas brasileiros, a canção foi regravada respeitando o distanciamento social, com cada um enviando suas gravações feitas de sua própria casa, evitando assim a aglomeração que é altamente não recomendada durante a pandemia do COVID-19 que já fez mais de 37 mil vítimas fatais no Brasil.

Na lista de participações, estão André Frateschi, Badauí, Bianca Jordão, Branco Mello, Bruno Gouveia, Digão, Dinho Ouro Preto, Egypcio, Érika Martins, Frejat, Humberto Gessinger, Leo Jaime, Lourenço Monteiro, Lucas Vasconcellos, Mingau, Miranda Kassin, Nasi, Pedro Calais, Pitty, Rincon Sapiência, Rogério Flausino, Supla e Thedy Correa.

Conforme divulgado pela equipe da rádio, a versão tem como propósito "Pontuar a pandemia através da arte, tem o intuito de trazer um pouco de leveza para uma sociedade que vem sendo constantemente massacrada por notícias difíceis de se digerir".

Dado Villa-Lobos concedeu ainda uma entrevista à rádio - por telefone -, conduzida por Luka Salomão, falando sobre as etapas deste novo processo de gravação à distância. 

"Num momento como esse, e a gente em casa e tal, e juntar tanta gente num projeto pra fazer essa canção que tem uma expressão e uma dimensão tão forte pra mim, pra Legião, pro Brasil, enfim, e juntar tanta gente da nossa geração e das gerações que vieram depois, foi incrível", disse ele.

Confira abaixo à nova versão "de quarentena" de "Tempo Perdido", seguida da entrevista de Dado à 89FM:

ComentáriosO que você achou?
Música
Últimas