O TikTok vai acabar? Usuários protestam contra guerra digital de Trump

Presidente norte-americano estuda as possibilidades de encerrar as atividades do app nos EUA
Presidente norte-americano estuda as possibilidades de encerrar as atividades do app nos EUA
PorMarcos Henderson09/07/2020 13h42

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, segue estudando as possibilidades de proibir o uso do TikTok em território norte-americano, e para os usuários do famoso aplicativo chinês, trata-se de um motivo para se preocupar, já que diversos criadores de conteúdo com enorme engajamento podem, simplesmente, desaparecer. O banimento, inclusive, já se tornou realidade para a Índia, que fez o anúncio pelo Ministério da Tecnologia, incluindo mais 58 aplicativos na lista, a maioria da China. 

Sob sérios riscos de perder a relevância, justo quando Kevin Mayer, ex-Disney, assumiu o comando da empresa, a ByteDance, empresa proprietária do TikTok, começa a pensar em novas estratégias para afastar os laços com a China e manter o engajamento mundial crescente. O desafio, agora, consiste em modificar a estrutura corporativa do App em meio ao escrutínio dentro dos territórios que formam seus maiores mercados. 

Segundo o The Wall Street Journal, os executivos seniores estão discutindo opções para criar um novo conselho de administração para o TikTok ou estabelecer uma sede para o aplicativo fora da China. Com isso, as pressões relacionadas às teorias de espionagem poderiam ser amenizadas gradativamente. 

Enquanto isso, o Instagram pode ter em mãos uma oportunidade de alavancar seus novos recursos, cada vez mais semelhantes ao app chinês. Na imprensa indiana, por exemplo, a função "Reels" aparece como alternativa direta à ausência do TikTok na região. 

Usuários do Twitter, no Brasil, declararam apoio à plataforma com a hashtag "SaveTikTok", reunindo milhares de motivos para o presidente dos EUA desistir da proibição, além de reforçar a qualidade dos conteúdos criados por incontáveis usuários norte-americanos, que poderiam ser duramente prejudicados com a proposta de Trump. Veja algumas manifestações:

+Trump

Sobre o autorMarcos Henderson
Publicitário, músico e, aqui, escrevo sobre o que as diferentes culturas têm a nos dizer. Como artista, celebro a força da arte e conto histórias do entretenimento. Twitter: @marhoscenderson