Televisa suspende exibição de Chaves no SBT; Saiba o motivo

A série era exibida há 36 anos na emissora de Silvio Santos
A série era exibida há 36 anos na emissora de Silvio Santos
PorMarcos Henderson31/07/2020 14h30

O SBT perdeu os direitos de exibição do seriado Chaves após receber uma notificação na última quarta-feira (29) da Televisa, emissora mexicana detentora dos direitos, que incluem, além de Chaves, os derivados Chapolin e Chespirito. Segundo nota oficial emitida pela emissora de Silvio Santos, a Televisa informou que "a suspensão é devida a um problema pendente a ser resolvido com o titular dos direitos das histórias" e que a exibição estaria garantida no SBT até esta sexta-feira (31). 

A renovação aconteceria naturalmente, e já tinha sido acordada verbalmente, segundo a nota, mas enfrentou novos empecilhos que motivaram a emissora mexicana a suspender totalmente o contrato com o SBT, que lamentou a decisão, "principalmente em respeito ao seu público, que acompanha fielmente os seriados há tantos anos na emissora. A emissora continua na torcida para um acordo entre as duas empresas mexicanas o mais rápido possível e, se isto acontecer, teremos o prazer de informar aos fãs de Chaves, Chapolin e Chespirito, imediatamente", revela o comunicado.

Suspensão também inclui os derivados Chespirito e Chapolin
Suspensão também inclui os derivados Chespirito e Chapolin
Suspensão também inclui os derivados Chespirito e Chapolin

Chaves (El Chavo del Ocho, no título original) estreou em 1971 e se estendeu até 1980, com sete temporadas. Roberto Gómez Bolaños dá vida a Chaves, um garoto pobre que vive sozinho em uma vila e interage com outros personagens icônicos, como a Dona Florinda, interpretada por Florinda Meza, Quico, interpretado por Carlos Villagrán, Seu Madruga, interpretado por Ramón Valdés, Dona Clotilde, interpretada por Angelines Fernández, e Chiquinha, interpretada por María Antonieta de las Nieves. 

+Série

Sobre o autorMarcos Henderson
Publicitário, músico e, aqui, escrevo sobre o que as diferentes culturas têm a nos dizer. Como artista, celebro a força da arte e conto histórias do entretenimento. Twitter: @marhoscenderson