Terceiro dia consecutivo de protestos pela morte de Jacob Blake em Kenosha é marcado por mortes e violência

Várias lojas e prédios onde as manifestações ocorreram foram saqueados e depredados.
Várias lojas e prédios onde as manifestações ocorreram foram saqueados e depredados.
Bruna Pinheiro
PorBruna Pinheiro

A cidade de Kenosha, no Wisconsin, está passando por dias de muito protesto pelas ruas após Jacob Blake ser alvejado em uma abordagem truculenta da polícia local, que atirou no homem negro várias vezes em frente aos seus filhos.

Após a circulação do vídeo que mostrou a ação da polícia no último domingo (23), várias pessoas estão indo as ruas com palavras de ordem contrárias a maneira como as autoridades tratam negros em todo país, algo que já ocorreu há alguns meses após a morte de George Floyd, também pelas mãos da polícia.

Com a intensidade dos protestos, o Governo do Wisconsin decretou estado de emergência e toque de recolher para conter as manifestações violentas. Nesta madrugada de quarta-feira (26), a polícia local afirmou que duas pessoas morreram baleadas e uma ficou ferida, durante as manifestações que iniciaram por volta das 20h do dia 25.

Segundo a mídia local, a polícia tentou dispersas os manifestantes no entorno do Tribunal do Condado de Kenosha. Sem sucesso, os militares jogaram gás lacrimogêneo nos populares, que revidaram com garrafas d'água e fogos de artifício. Após a meia-noite, tiros foram disparados do lado de fora de um posto de gasolina onde vários manifestantes se encontravam e acabaram discutindo com seguranças armados do local, matando duas pessoas e ferindo uma terceira.

Várias lojas e prédio locais foram saqueados e depredados. A família de Jacob pediu calma aos manifestantes e diz que esta ação violenta não reflete a vontade dele, que está ainda hospitalizado e, até o momento, com o corpo paralisado da cintura para baixo, sem saber quais serão as sequelas.

Equipes de resgate continuam controlando os incêndios enquanto os proprietários de empresas examinam os danos causados às suas lojas. Fonte: Kenosha News
Equipes de resgate continuam controlando os incêndios enquanto os proprietários de empresas examinam os danos causados às suas lojas. Fonte: Kenosha News
Equipes de resgate continuam controlando os incêndios enquanto os proprietários de empresas examinam os danos causados às suas lojas. Fonte: Kenosha News

Segundo o xerife de Kenosha, David Beth, um dos mortos era um homem, mas Beth disse que não tinha certeza se o homem era um adulto. Ele disse que tanto o atirador quanto um dos homens mortos são brancos.