Dia da Independência ganha comemoração simples sem desfile militar

Devido a pandemia haverá apenas a tradicional apresentação da Esquadrilha da Fumaça.
Devido a pandemia haverá apenas a tradicional apresentação da Esquadrilha da Fumaça.
PorBruna Pinheiro07/09/2020 10h28

No dia sete de setembro é comemorado do Dia da Independência do Brasil, anualmente celebrado com desfiles militares e escolares em todo o país. Este ano, entretanto, devido a pandemia, as cerimônias em todo território foram diminuídas ou canceladas.

Em Brasília, que desde a redemocratização tem desfiles anuais, essa será a primeira vez em 35 anos que não teremos o clássico desfile militar. Agora, com programação iniciada às 9h desta segunda, 7, o presidente Jair Bolsonaro participará de um  evento simbólico de hasteamento da bandeira, restrito ao público presente no Palácio da Alvorada, a fim de evitar aglomerações.

Apesar de ter cancelado o desfile, o Ministério da Defesa confirmou que haverá apenas a tradicional apresentação da Esquadrilha da Fumaça. Mais tarde, às 20h, o presidente fará um pronunciamento para toda rede nacional de televisão. O próprio Bolsonaro confirmou as ações.

As comemorações reservadas em Brasília estão sendo transmitidas pela TV Brasil, além da cobertura da imprensa. Na ocasião, a emissora está com câmeras dentro os aviões da Esquadrilha da Fumaça e também transmitindo mensagens dos ministros do governo, como o Ministro Interino da Saúde, Eduardo Pazuello, e o Ministro da Justiça, André Luiz Mendonça.

+Política

Comentários

Sobre o autorBruna Pinheiro
Internacionalista. Escrevo hoje sobre política, economia, filmes e séries. Adoro viajar e comer (não necessariamente nessa ordem). Segue lá @bpinheiro1