Felipe Neto alega prejuízo de R$ 18 mil após instabilidade no YouTube

O youtuber disse que a falha impediu seu canal de fazer 1,6 milhão de visualizações durante o horário nobre
O youtuber disse que a falha impediu seu canal de fazer 1,6 milhão de visualizações durante o horário nobre
PorMarcos Henderson12/11/2020 12h40

Vários usuários do YouTube relataram na noite da última quarta-feira (11) que o site estava enfrentando instabilidades, chegando a ficar fora do ar por quase duas horas. Em alguns casos, as pessoas conseguiam acessar a plataforma, mas não conseguiam reproduzir nenhum vídeo. Felipe Neto utilizou sua conta no Twitter para informar aos seguidores que teve um prejuízo de quase R$ 18 mil por causa dos problemas técnicos relatados em diversas regiões do mundo. 

“Calculando os danos… A queda do Youtube por 2 horas, durante horário nobre, fez meu canal deixar de fazer 1.6 milhão de visualizações durante o período. Tive em torno de 3.3 mil dólares de prejuízo, o que dá aproximadamente 17.7 mil reais. Bizarro”, disse o youtuber, que em seguida explicou como funcionam os ganhos. 

"Eu não faço 17 mil reais a cada duas horas, não calculem precipitadamente. O horário nobre é entre 10h e 22h. Oh seja, o grande volume de views fica em apenas 12h. O ganho é variável. Está altíssimo nesse momento pq estamos perto da Black Friday. Por isso o prejuízo de 17.7k", explicou. 

A conta TeamYouTube reconheceu os problemas em uma postagem do Twitter, afirmando que a equipe já estava trabalhando para contornar a situação. Quase duas horas depois, o perfil veio novamente à rede social para informar que o serviço já estava totalmente restaurado: “E estamos de volta - lamentamos a interrupção. Isso foi corrigido em todos os dispositivos e serviços do YouTube, obrigado por ser paciente conosco". 

2
Gostei
Haha
Triste
Detestei
Amei
Aff
Gostei
Comentar

+YouTube

Sobre o autorMarcos Henderson
Publicitário, músico e, aqui, escrevo sobre o que as diferentes culturas têm a nos dizer. Como artista, celebro a força da arte e conto histórias do entretenimento. Twitter: @marhoscenderson