Acidente com ônibus de Belém deixa 21 mortos em Guaratuba

O ônibus saiu de Ananindeua, no Pará, e tinha como destino Balneário Camboriú, em Santa Catarina
O ônibus saiu de Ananindeua, no Pará, e tinha como destino Balneário Camboriú, em Santa Catarina
Marcos Henderson
PorMarcos Henderson

Um ônibus com placa de Belém, no Pará, sofreu um acidente na BR-376, em Guaratuba, no litoral do Paraná, na manhã desta segunda-feira (25), deixando 21 mortos e 32 feridos, sendo sete em estado grave, seis em estado moderado e 19 com machucados leves, de acordo com informações do Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA), que também confirma a presença de crianças entre as vítimas. 

O acidente aconteceu por volta das 8h30 no trecho conhecido como Curva da Santa, no Km 668, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), mobilizando ações urgentes de ambulâncias e helicópteros dos bombeiros do Paraná e de Santa Catarina para que as vítimas com vida pudessem ser socorridas com máxima agilidade. Os casos graves e moderados foram encaminhados para Curitiba, no Paraná, e Joinville, em Santa Catarina, e as pessoas que tiveram apenas ferimentos leves foram encaminhas para o município de Garuva, em Santa Catarina. 

O ônibus tombou no trecho conhecido como Curva da Santa e ficou destruído
O ônibus tombou no trecho conhecido como Curva da Santa e ficou destruído
O ônibus tombou no trecho conhecido como Curva da Santa e ficou destruído

O ônibus saiu de Ananindeua, no Pará, e tinha como destino o Balneário Camboriú, em Santa Catarina. Segundo a PRF, o veículo descia a Serra do Mar quando bateu na mureta de contenção, perdeu o controle e saiu da pista, tombando às margens da rodovia, como mostram as inúmeras imagens registradas após o acidente. 

O governador do Pará, Helder Barbalho, afirmou em rede social que pediu para o secretário de segurança do Estado entrar em contato com os responsáveis pelo resgate para que as vítimas fossem identificadas e, assim, o apoio necessário pudesse ser realizado. "Meus sentimentos aos que perderam familiares nesse terrível incidente", disse Barbalho. 

Devido ao acidente, a pista foi bloqueada no quilômetro 668 e, posteriormente, no quilômetro 662, próximo ao posto da Polícia Rodoviária Federal, para manobra de viaturas e aeronaves para o atendimento às vítimas, gerando vários quilômetros de congestionamento. 

Comentários

O que você achou?