400 famílias sem-terra são expulsas de terreno da Petrobras em Itaguaí

Agentes da polícia chegaram ao local pouco após as 7h desta quinta-feira (1º) para despejar os moradores sem-terra que ocuparam o terreno em maio
Agentes da polícia chegaram ao local pouco após as 7h desta quinta-feira (1º) para despejar os moradores sem-terra que ocuparam o terreno em maio
PorMarcos Henderson

Um cenário de caos tomou conta de um terreno da Petrobras em Itaguaí, Região Metropolitana do Rio de Janeiro, na manhã desta quinta-feira (1º), durante uma ação de reintegração de posse em cumprimento de determinação da Justiça. Cerca de 400 famílias sem-terra foram expulsas do local. 

Agentes do Batalhão de Choque e da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) furaram o bloqueio do local para agilizar o despejo, mas os moradores resistiram à ação, confrontando os policiais com pedras e pedaços de pau enquanto recebiam ataques com bombas de efeito moral. 

Em nota, a Petrobras afirmou que a reintegração foi "pacífica" e ressaltou que ação aconteceu em cumprimento de decisão da 2ª Vara Cível de Itaguaí. Com patrimônio líquido de R$ 320,25 bilhões no primeiro bimestre de 2021, a companhia vangloriou-se por distribuir kits com álcool em gel, máscara, colchonetes e cobertores para atender às pessoas que ficarão temporariamente em abrigos da Prefeitura, além de transportes para rodoviárias próximas ao local e serviço de armazenamento de bens em um depósito. 

O clima máximo de tensão foi gerado a partir do momento em que os agentes policiais tentaram retirar à força o portão que cercava o "Acampamento de Refugiados Primeiro de Maio", que havia sido ocupado no início do mês de maio. 

Vídeos aéreos exibidos ao vivo pelo Bom Dia Brasil na manhã desta quinta-feira mostraram o caos instaurado no terreno, com princípio de incêndio ao mesmo tempo em que o corpo de bombeiros atirava água no local, justamente em um dos dias mais frios do ano na região. 

Comentários

O que você achou?
1GosteiGostei
0HahaHaha
0TristeTriste
0DetesteiDetestei
0AmeiAmei
0AffAff