Luana Piovani relembra agressão de Dado Dolabella, que negou vacina contra Covid-19

A atriz lamentou a ausência de apoio do público na época, mas comemora a reação dos internautas em meio ao caso de agressão contra Pamella Holanda
A atriz lamentou a ausência de apoio do público na época, mas comemora a reação dos internautas em meio ao caso de agressão contra Pamella Holanda
Marcos Henderson
PorMarcos Henderson

Em meio à grande repercussão do caso de agressão envolvendo DJ Ivis e Pamella Holanda, Luana Piovani utilizou as redes sociais para relembrar o episódio em que foi agredida por Dado Dolabella, destacando a falta de apoio e a facilidade que o agressor teve para retomar sua vida após cometer o crime. A atriz aproveitou para elogiar a atual corrente do bem desempenhada pelos internautas, incluindo famosos, mas lamentou ter passado por uma situação semelhante de abuso em um período totalmente diferente. 

"Fico feliz em ver as mulheres se unindo e denunciando, pois quando eu fui agredida não tinha campanha e nem Insta. O agressor, 6 meses depois, ganhou um reality e as mulheres diziam 'vem bater em mim'. As mulheres já me envergonharam e pioraram a minha situação imensamente. Suspiro aliviada em ver que uma mudança está acontecendo", declarou Piovani, sem citar o nome de Dado Dolabella, que recentemente confessou que negou tomar vacina contra Covid-19 pois está esperando um imunizante vegano. 

“Eu não pretendo tomar nenhuma dessas [vacinas]. Vou esperar a vacina sem testes em animais. Alguns dos motivos porque não vou tomar vacina. É obvio que no cenário atual a vacina se faz necessária, principalmente para quem é grupo de risco. É bom deixar claro que não sou anti vacina. Muito menos negacionista. Sou anti crueldade, só quero que não seja produzida através do sofrimento dos inocentes. A cura não virá da dor de ninguém. Por isso me recuso a ingerir uma substância que veio do sofrimento animal criado por uma indústria que nunca quis promover a cura de nada", disse Dolabella nas redes sociais, acumulando diversas opiniões divididas nos comentários. 

Dado Dolabella foi condenado a nove meses de prisão por uma agressão contra Luana Piovani que aconteceu em 2008, apenas dois anos após a criação da Lei Maria da Penha. No entanto, o ator não cumpriu a pena, e escapou de outras condenações, mesmo quando desobedeceu a ordem de restrição de 250 metros de distância da atriz. 

Comentários

O que você achou?
0GosteiGostei
0HahaHaha
0TristeTriste
0DetesteiDetestei
0AmeiAmei
1AffAff