Vídeo do DJ Ivis agredindo a esposa repercute entre famosos como Juliette, Luísa Sonza e mais

O agressor segue em liberdade após a divulgação das imagens, mas está sofrendo um boicote generalizado de celebridades nas redes sociais
O agressor segue em liberdade após a divulgação das imagens, mas está sofrendo um boicote generalizado de celebridades nas redes sociais
Marcos Henderson
PorMarcos Henderson

Vários famosos estão utilizando as redes sociais desde o último domingo (11) para se manifestar contra o vídeo do DJ Ivis agredindo a ex-esposa, Pamella Holanda. Nomes como Juliette, Luísa Sonza, Solange Almeida, Pocah, Joelma, Wesley Safadão, Arthur Picoli e vários outros estão repercutindo o caso que chocou o brasileiro pela violência e pelas justificativas do agressor. 

"Por nenhuma mulher a mais silenciada, a violência não deve e nem pode nos calar. Não existe justificativa. Todo o meu apoio à Pamella e repúdio às cenas e atos de horror do Dj Ivis. Violência contra mulher é crime", disse Juliette em publicação no Twitter. 

"DJ IVIS VOCÊ NÃO É VÍTIMA VOCÊ É UM COVARDE! não adianta ficar tentando justificar a agressão a sua mulher. Está gravado!", disse Pocah, que ainda lamentou o acréscimo de seguidores do artista no Instagram. "Tem provas em vídeo que o cara ESPANCOU A MULHER e o cara tá lá ganhando seguidores!!! A primeira vez que vi hoje tinha 700 e poucos mil. INACREDITÁVEL!", disparou a ex-BBB, enquanto o agressor chega à casa de um milhão de seguidores. 

Nesta segunda-feira (12), Luíza Sonza veio a público repudiar as ações registradas pelas câmeras de segurança da casa onde as agressões ocorreram e as justificativas de DJ Ivis após a repercussão do caso.

"Preciso deixar aqui meu apoio à Pamella. Se metam SIM e se metam mt em briga de homem e mulher. NADA justifica agressão. Como um cara desse ainda não tá preso, meu Deus? Que mundo é esse? Isso é desesperador. Q a justiça seja feita. TEM QUE SER. NÃO SE CALEM. a gnt tá aqui", disse a cantora, que ainda rebateu ferozmente um seguidor que respondeu sua primeira publicação com "Brasil..."

"NÃO. Chega dessa história de 'ah, no Brasil é assim msm' CHEGA. Mulheres sendo espancadas diariamente e ngm faz nada. Mulher sendo QUEIMADA. Pretos e pretas sendo assassinados tds os dias e ngm faz nada. A comunidade LGBTQIA+ morre diariamente nesse país e ngm faz nada. CHEGA", respondeu Sonza. 

DJ Ivis tentou se justificar, afirmando que sofria ameaças constantes de Holanda e mostrando um boletim de ocorrência antigo que abriu contra a ex-esposa. No entanto, o vídeo divulgado pela vítima mostra um homem descontrolado disparando agressões gratuitas contra uma mulher indefesa que estava acompanhada da filha bebê e outras pessoas. 

Comentários

O que você achou?
0GosteiGostei
0HahaHaha
0TristeTriste
1DetesteiDetestei
0AmeiAmei
0AffAff