Pedro Bial pede para Haddad intermediar entrevista com Lula

Depois de atacar o ex-presidente em abril, Bial pediu para Haddad ajuda-lo a garantir uma entrevista com Lula
Depois de atacar o ex-presidente em abril, Bial pediu para Haddad ajuda-lo a garantir uma entrevista com Lula
Marcos Henderson
PorMarcos Henderson

Após sugerir que só entrevistaria Lula com auxílio de um polígrafo, Pedro Bial pediu para o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), intermediar um convite para uma entrevista oficial com o ex-presidente em seu programa, "Conversa com Bial". 

O pedido foi exibido na edição da última segunda-feira (23) do programa de Bial, que recentemente também atacou Petra Costa pelo filme "Democracia em Vertigem", indicado ao Oscar de Melhor Documentário. 

“Professor, primeiro quero agradecer a sua elegância e gentileza de sempre, mas eu queria fechar essa conversa quem sabe abrindo portas para uma outra conversa. Você sabe que quando eu fui estrear esse programa no início de 2017, sabe quem foram os dois primeiros convidados pra esse programa? Um foi o Fernando Henrique. E o outro…?”, questionou Bial, já sabendo que Haddad responderia corretamente.

"Imagino que o Lula", disse o ex-prefeito de SP. "Então, o convite continua aberto", encerrou o apresentador, obtendo uma resposta promissora. "Eu farei chegar a ele, com toda a certeza", retrucou Haddad em sua despedida do bate-papo. 

Em abril, Bial gerou polêmica após fazer piada com o nome de Lula durante uma entrevista ao Manhattan Connection. Na ocasião, ele afirmou que o ex-presidente aceitou participar de seu programa, desde que a transmissão seja ao vivo.

“O Lula já até disse que gostaria de fazer o programa comigo, mas tinha que ser ao vivo. Pode até ser ao vivo, mas teria que ter um polígrafo acompanhando todas as falas dele”, disse Bial, que recebeu uma enorme carga de críticas após a afirmação e precisou se justificar com um artigo publicado na Folha de S. Paulo em que cita mentiras de Lula a seu respeito, entre outros argumentos. 

Comentários

O que você achou?