Diário 24 Horas

Shakira pode enfrentar mais de oito anos de prisão na Espanha por fraude fiscal

A vencedora do Grammy teria ainda recusado um acordo com o Ministério Público esta semana alegando inocência.

Agência representante da artista afirma que a cantora pagou os valores devidos e portanto, estaria livre de qualquer pendência. Foto: Reprodução/Instagram
Agência representante da artista afirma que a cantora pagou os valores devidos e portanto, estaria livre de qualquer pendência. Foto: Reprodução/Instagram
Carol Souza
PorCarol Souza

Mesmo que há mais de vinte anos afirme que seus quadris "não mentem", Shakira parece não ter incluído o pagamento de seus impostos na lista de motivos pelos quais eles não mentem.

De acordo com informações divulgadas nesta sexta (29) pela imprensa internacional, promotores na Espanha estão buscando sentença de oito anos e dois meses de prisão para a cantora, bem como uma multa de € 24 milhões por fraude fiscal segundo a Associated Press.

A acusação oficial detalha seis acusações diferentes contra a vencedora Grammy e embora o processo tenha se iniciado ainda em 2018, a artista optou por recusar o acordo judicial esta semana afirmando anteriormente sua inocência durante seu depoimento para um recurso, rejeitado em junho de 2019.

A Llorente y Cuenca, empresa de relações públicas da artista, divulgou um comunicado na quarta (27) onde afirma que sua representada, Shakira, teria escolhido levar o caso a julgamento porque o vê como "uma violação total de seus direitos" e "confia em sua inocência e opta por deixar a questão nas mãos da lei". “A cantora está totalmente confiante em sua inocência e, portanto, não aceita um acordo", diz parte do comunicado.

Vale ressaltar que grande parte do caso depende de onde Shakira residia oficialmente entre os anos de 2012 e 2014 pois a promotoria afirma que Shakira viveu principalmente na Espanha durante esses anos, embora sua residência principal fosse listada como Bahamas. Outro fato a ser ressaltado é que em 2021 o juiz espanhol Marco Juberías escreveu que sua investigação de três anos sobre o histórico fiscal de Shakira refletia "provas suficientes de criminalidade", o que em sua visão, justificava um julgamento.

Apesar disto, a agência representante de Shakira afirma que a cantora teria pago os valores que ela supostamente deve à Agência Fiscal Espanhola, além de € 3 milhões em juros, sendo assim atualmente livre de dívidas pendentes.

"A conduta de Shakira em questões tributárias sempre foi impecável em todos os países onde ela teve que pagar impostos, e ela confiou e seguiu fielmente as recomendações dos melhores especialistas e consultores especializados", disse o comunicado da agência divulgado ainda em maio. 

Refrescando a memória de quem não se lembra do caso, inicialmente Shakira apareceu na chamada 'Pandora Papers', uma extensa investigação dos milhares de documentos vazados publicamente em 2021 pelo Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos, onde centenas de personalidades - incluindo o atual Ministro da Economia do Brasil, Paulo Guedes - tem seus nomes ligados a busca de paraísos fiscais para fins de evasão tributária.

ComentáriosO que você achou?
TV e Celebridades
Últimas