Kelly Lima

Polêmica! STJ dá aval para que SBT faça perícia nos métodos de medição utilizados pelo Ibope

A sentença favorável ao canal de Silvio Santos levou mais de uma década para sair

Polêmica! STJ dá aval para que SBT faça perícia nos métodos de medição utilizados pelo Ibope
Silvio Santos, presidente do SBT Foto: Reprodução

O Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística, mais conhecido por Ibope, é uma das maiores empresas no ramo de pesquisas de mercado existente na América Latina. Pensou em analises de opinião pública, lembrou da instituição, que recentemente foi adquirida pelo grupo Katar, por muito tempo conhecida como sinônimo de audiência e prestígio no estudo de intenção de votos, marcas, comportamentos de mercado, etc. Porém, esses adjetivos estão sendo colocados em cheque pelo SBT.

A emissora de Silvio Santos iniciou um processo contra o Ibope ainda na década de 80, onde solicitava permissão para uma investigação detalhadas nos processos utilizados pelo instituto para fazer as medições de audiência dos programas televisivos, contudo, foi em 2011 que a ação passou a ser movida pelo canal do homem do baú, que chegou receber autorização anos atrás, mas foi embargado após a empresa recorrer. Em 2015, nova decisão favorável ao SBT foi dada pelo Supremo Tribunal de Justiça.

Com isso, a emissora de Silvio Santos poderá iniciar sua perícia no processo de medição feito pelo Ibope. De acordo com informações divulgadas pelo jornalista Ricardo Feltrin, alguns profissionais nas áreas de estatística, matemática e outras, já estão sendo chamados para realizar a inspeção, que vem deixando os dirigentes do instituto bastante nervosos, pois a intromissão poria em risco a imagem da instituição, assim como a credibilidade de seus serviços e a própria isenção da medição. Mas, o SBT não está disposto a voltar atrás e até contratou um perito estrangeiro para auxiliar na investigação. Será que vão conseguir encontrar algo fora do comum? Vamos aguardar para conferir o desenrolar dessa história.

  • compartilhar no facebook
  • compartilhar no google plus
Comentários