Irã ataca com foguetes bases dos EUA no Iraque

Irã ataca com foguetes bases dos EUA no Iraque
Por Bruna Pinheiro

Após o recado dado pelo líder supremo do Irã, o aiatolá Ali Khamenei, que prometeu vingança após o ataque americano contra vida do general Qassem Soleimani, a promessa foi cumprida. Duas bases aéreas que abrigam tropas dos Estados Unidos no Iraque foram atacadas há pouco por foguetes. Ainda sem vítimas confirmadas, o ataque foi confirmado pelo Pentágono e o Irã assumiu a autoria dos disparos.

De acordo com a TV estatal iraniana, a Guarda Revolucionária Islâmica do país lançou diversos foguetes, caracterizando o ato com a resposta ao ataque norte-americano da última semana. A emissora completou que a operação de hoje foi inclusive denominada de "Mártir Soleimani". 

Os Estados Unidos confirmaram que pelo menos 12 mísseis em bases como Ain al-Asad, em Anbar e outra que se localiza em Irbil, na região semiautônoma do Curdistão.

Após os ataques, o principal negociador do Irã para assuntos nucleares, Saeed Jalili, postou a imagem da bandeira iraniana no Twitter. Comentaristas analisam a postagem como uma clara afronta aos Estados Unidos comparando a postagem de Jalili com a de Donald Trump após os ataques americanos.

O governo iraniano fez novas ameaças dizendo que dará "respostas ainda mais devastadoras" em caso de resposta americana. Do lado norte-americano, a porta-voz Stephanie Grisham informou "Estamos a par dos ataques a instalações dos Estados Unidos no Iraque. O presidente foi informado e está monitorando de perto a situação e consultando sua equipe de segurança nacional".

Uma das consequências já sentidas pelo cenário internacional além da tensão é a alta do preço do petróleo no mercado futuro, que veio como consequência do ataque iraniano.

Participe
0
0
2