Chuvas em SP: Temporal da madrugada provoca alagamentos em diversos pontos da cidade

Imagem do alagamento na região Ponte da Casa Verde na manhã desta segunda-feira, 10.
Imagem do alagamento na região Ponte da Casa Verde na manhã desta segunda-feira, 10.
Por Carol Souza

A manhã desta segunda-feira (10) segue bastante tumultuada na cidade de São Paulo após um forte temporal que perdurou por toda a madrugada, deixando graves sequelas por diversas regiões.

Em estado de atenção para alagamentos, segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas de São Paulo (CGE-SP), a cidade revela a cada momento mais pontos de alagamentos, desabamentos, trânsito intenso ou parado e locais intransitáveis, além de crise no transporte público.

São cerca de 76 pontos de alagamento até o momento, sendo 8 transitáveis e 68 intransitáveis. A recomendação do Secretário estadual de Infraestrutura e Meio Ambiente de São Paulo, Marcos Penido, inclusive, foi que a população não saia de casa se possível nesta manhã. Durante entrevista ao "Bom Dia São Paulo", da TV Globo - que inclusive mantêm uma programação especial voltada á cobertura das chuvas -, Penido afirmou que a Prefeitura de São Paulo e o Governo do Estado estão acompanhando a situação das chuvas e atuando para evitar maiores danos.

"Pedimos para as pessoas que fiquem em casa, não é o momento para deslocamentos", ressaltou.

Entre as medidas tomadas para deslocamento da população que se encontra na rua, está a suspensão do rodízio de veículos. Conforme informações a Marginal Tietê, na região da Ponte da Casa Verde, segue interditada desde às 5h30 da manhã, devido ao transbordamento do rio, que também teve transbordamento na altura da Ponte do Piqueri.

Na Marginal Pinheiros, os transbordamentos ocorreram junto às pontes Cidade Universitária e Jaguaré, cujos trechos entram na classificação de intransitáveis. A região do Cebolão, que liga as duas marginais com a Rodovia Castello Branco, também foi totalmente paralisada por volta das 5h30 da manhã.

Transporte Público

Conforme informações divulgadas nesta manhã, mesmo com a situação bastante complicada pela cidade, o metrô segue operando normalmente. Entretanto a linha 9 – Esmeralda da CPTM está parada e a linha 8 – Diamante da CPTM não funcionava até às 9h10.

Em atendimento aos usuários, ônibus do sistema Paese foram acionados, porém devido a dificuldade de locomoção, encontram dificuldades para chegar às estações.

Vale ressaltar que devido à forte chuva, por volta da 1h da manhã começaram a ser emitidos alertas para alagamentos em todas as zonas da capital, além das Marginais Pinheiros e Tietê. De acordo com o Corpo de Bombeiros, entre 00h e 6h45, o mesmo foi acionado para 24 casos de desabamentos, 245 para enchentes e 27 para quedas de árvores. 

Apesar destes números, até o fechamento desta notícia não há informações sobre vítimas fatais.

0
0
2