Pyong é investigado por assédio

A Polícia Civil do Rio de Janeiro investiga o caso
A Polícia Civil do Rio de Janeiro investiga o caso
Bruna Pinheiro
PorBruna Pinheiro

Os rapazes do BBB20 estão dando o que falar, mas, infelizmente, não por bons motivos. Durante a festa “Guerra e Paz”, o participante Pyong teve um péssimo comportamento ao tentar beijar por diversas vezes Marcela e, em seguida, dançar de forma inapropriada com Flayslane.

O comportamento do hipnólogo o levou a ser altamente criticado nas redes sociais, com direito a pedido de expulsão, como ocorreu com Petrix, pela acusação de assédio. Pyong foi advertido pela produção do Big Brother no dia seguinte a festa e também conversou com as participantes envolvidas. Marcela e Flay também conversaram com a produção para saber como tinham se sentido em relação ao comportamento do hipnólogo.

Leia também: Internautas pedem expulsão de Pyong do BBB 20 por assédio

Fora da casa, a esposa de Pyong, Sammy Lee, evitou inicialmente a polêmica dizendo estar “focada no nascimento do filho”. O momento delicado da vida da influenciadora, que pode dar a luz ao seu primeiro filho Jake, fez com que ela ganhasse o apoio de fãs, em especial mulheres, mas também muito julgamento.

De acordo com informações do UOL, Pyong estaria sendo investigado pela Polícia Civil do Rio de Janeiro por possíveis abusos sexuais praticados pelo brother na casa. O UOL informou que: “De acordo com informações da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) de Jacarepaguá, foi realizado um registro para apurar os fatos veiculados na mídia”.

Com estes movimentos dentro e fora da casa, vários fãs do casal de influencers notaram que Sammy Lee deletou algumas postagens que tinha em prol do marido no reality, realmente focando somente em si. O último registro em que Pyong aparece no perfil de Sammy no Instagram é de 24 de dezembro de 2019.

Comentários

O que você achou?