Noah Centineo desabafa sobre uso de drogas no passado "Momento muito sombrio da minha vida"

Noah Centineo interpreta Peter Kavinsky no sucesso 'Para Todos os Garotos que Já Amei' da Netflix.
Noah Centineo interpreta Peter Kavinsky no sucesso 'Para Todos os Garotos que Já Amei' da Netflix.
Por Cyrce Tadaiesky

Noah Centineo é um dos atores mais procurados no momento. A estrela de “Para Todos os Garotos que Já Amei” acaba de dar continuidade ao seu papel como Peter Kavinsky na sequência “PS. Ainda Amo Você”, que estreou na Netflix nesta quarta (12).

Apesar de ser um enorme sucesso agora, Noah admitiu que, a certa altura, ele estava em um lugar "realmente escuro" e fazendo uso de drogas. 

Falando em uma nova entrevista com o Harper's Bazaar, Noah admitiu ter usado uma variedade de drogas durante esse período. "Não havia muita coisa que eu não faria", explicou. "Nunca injetei nada, o que é bom. Fumei muitas coisas. Fiquei muito chateado, cara. Foi um momento muito sombrio na minha vida."

Os pais de Noah se divorciaram quando ele tinha 15 anos, o que significava que ele tinha que morar em um quarto de hotel com sua mãe, enquanto sua irmã morava com o pai na Flórida. Ele acrescentou: "Como o garoto de 15 anos morando em um quarto próximo com minha mãe, senti a obrigação de intensificar e preencher um papel, preencher uma posição que estava vaga naquele momento, e, ao fazê-lo, eu me irritei e eu meio que empurrei muita emoção. "

Noah agora está completamente sóbrio. O ator disse anteriormente que parou de beber, fumar e usar drogas no dia anterior aos 21 anos. Ele continuou: "Gosto de meditação. Gosto de escrever no diário. Falo muito comigo mesmo se estou com raiva de algo que fiz. Vou gritar comigo mesmo, realmente, olhando no espelho, certo? No meu quarto. Tipo, 'Cara, tipo, pare, isso é inaceitável. Você é melhor que isso!'” declarou.

0
0
0