Bilheteria do cinema no fim de semana é quase nula

Bloodshot foi o filme mais visto no cinema, com um público de 166 pessoas
Bloodshot foi o filme mais visto no cinema, com um público de 166 pessoas
PorBruna Pinheiro24/03/2020 22h22

O cinema é um dos vários setores da economia e do entretenimento que está sofrendo com a crise causada pela pandemia do novo coronavírus (COVID-19) pelo mundo. Para evitar aglomerações, vários empreendimentos foram fechados no Brasil, principalmente nas cidades foco da maioria dos casos, como São Paulo e Rio de Janeiro. No último fim de semana, as bilheterias brasileiras somaram apenas 594 espectadores em todo país.

A quantidade é ínfima perto do que os cinemas brasileiros estão acostumados a receber. Comparado à semana anterior, a diminuição de audiência foi de cerca de 99,5% no período entre quinta-feira (19) e domingo (22). Ao todo, 10 filmes foram exibidos no Brasil, arrecadando o valor de R$ 7,3 mil pelas 594 pessoas pagantes. 

Cerca de 92% dos cinemas estão de portas fechadas, e os remanescentes tiveram baixas bilheterias. Para se ter uma ideia, o filme mais visto foi “Bloodshot”, com 166 pagantes em todo o país. No fim de semana anterior, que já tinha uma diminuição significativa de público, o filme foi visto por mais de 140 mil pessoas.

Apesar do baixo número, a ação de ir aos cinemas vai contra as medidas estipuladas pelo Ministério da Saúde e também pela Organização Mundial da Saúde, para evitar contaminação e a proliferação ainda maior da doença pelo Brasil e pelo mundo. No país, são 3,5 mil salas de cinema, e até sexta-feira (20), apenas 300 salas permaneciam abertas, totalizando 92% de fechamento.

+Cinema

Comentários

Sobre o autorBruna Pinheiro
Internacionalista. Escrevo hoje sobre política, economia, filmes e séries. Adoro viajar e comer (não necessariamente nessa ordem). Segue lá @bpinheiro1