Diário 24 Horas

Trilha sonora de "Ricos de Amor": Ouça as músicas de Alok que tocam no filme

DJ assina trilha principal e também fez participação especial no longa da Netflix.
DJ assina trilha principal e também fez participação especial no longa da Netflix.
Marcos Henderson
PorMarcos Henderson

Ricos de Amor aparece no Top 5 Filmes da Netflix nesta segunda-feira (5) e continua gerando discussões nas redes sociais, entre elogios à obra estrelada por Danilo Mesquita e Giovanna Lancellotti e algumas ressalvas em relação a outros detalhes, como o roteiro, que apesar de ter sido considerado clichê por várias pessoas, não deixa escapar a qualidade do longa-metragem em manter o espectador atento até o fim para descobrir se o casal principal, de fato, ficará junto.

No meio do bate-papo online, também sobra uma carga enorme de comentários sobre a trilha sonora, que apesar de apresentar vários nomes da música brasileira, destaca a assinatura de Alok, que chega a aparecer no filme durante o festival do tomate onde Teto (Mesquita) e Paula (Lancellotti) se conhecem, pouco após uma guerra de tomate impossível de explicar, mas, por algum motivo, presente na história.

1. Table For 2

"Table For 2" é a principal música do artista em "Ricos de Amor". Lançada no ano passado, a música conta com parceria de IRO e já apresenta diversos comentários de quem assistiu ao filme, no clipe oficial disponível no YouTube:

2. Ocean

"Ocean", de 2018, possui um dos clipes mais bem produzidos de Alok, com equipe de produção gigantesca e atuação de Rodrigo Santoro, Maria Manoella e Marina Ruy Barbosa. Confira:

3. "Favela" 

"Favela" é fruto da colaboração entre Alok e Ina Wroldsen. Lançada em 2018, a música soma mais de 45 milhões de visualizações no "Lyric Video" disponível no YouTube:

4. Fuego

Lançada em 2016, "Fuego" é uma coprodução entre irmãos. Alok e Bhaskar fizeram uma música que se tornou um grande hino para os fãs. Ouça:

5. All The Lies

Alok, Felix Jaehn e The Vamps lançaram "All The Lies" pela Spinnin' Records em março de 2019 e garantiram retorno positivo de público e crítica, sobretudo pela união entre a música eletrônica e a sonoridade indie pop da banda britânica. 

6. Pelados em Santos

Em 2017, Alok e o duo Sevenn resgataram um clássico do Mamonas Assassinas em um remix que dividiu opiniões mas, indiscutivelmente, sacudiu diversas pistas comandadas pelos DJs. 

ComentáriosO que você achou?
Cinema
Últimas