Taylor Swift tem alguns álbuns removidos do Spotify e fãs protestam nas redes sociais

Diversos álbuns da cantora foram retirados do Spotify na manhã desta sexta, 8
Diversos álbuns da cantora foram retirados do Spotify na manhã desta sexta, 8
Cyrce Tadaiesky
PorCyrce Tadaiesky

Mais um clima tenso entre Taylor Swift e sua antiga gravadora Big Machine Records. Na manhã desta sexta (8), os álbuns originais da cantora sumiram misteriosamente do Spotify, no momento, apenas os álbuns especiais com o selo “Big Machine Radio Release” estão disponíveis.

Não é a primeira que Taylor encontra problemas com suas músicas por causa da Big Machine Records. Em abril, a gravadora lançou o álbum  “Live From Clear Channel Stripped 2008” de uma gravação feita quando Taylor tinha 18 anos. A cantora não gostou nada desta ação e usou a sua rede social para manifestar o quanto estava chateada e que não aprovou o lançamento, além de ter acusado Scooter Braun de visar somente o lucro em plena época de coronavírus. "Na minha opinião...Apenas mais um caso de cobiça sem vergonha na época do coronavírus", concluiu a estrela. "Tão sem gosto, mas muito transparente".

Em novembro do ano passado, a artista afirmou que a Big Machine a impedia de tocar seus sucessos antigos no American Music Awards. Em 2019 ela lançou o “Lover” em parceria com a Republic Records/Universal Music Group e confirmou que possui os principais direitos do álbum e de seus futuros trabalhos.

Os álbuns removidos do Spotify foram 6 no total: Taylor Swift (2006); The Taylor Swift Holiday Collection (2008); Fearless [International Version] (2008); Speak Now (2010); Red [Deluxe] (2012); 1989 (2014) e Reputation (2017).

Os fãs rapidamente perceberam o sumiço dos álbuns e levantaram a hashtag #TaylorSwiftSpotify e comentaram sobre, confira alguns dos posts.

Taylor ainda não se pronunciou sobre a retirada de seus antigos álbuns da plataforma.