Álbum não lançado de 1975 de Neil Young, "Homegrown" ganha data de lançamento para junho

Ouça ainda a faixa 'Try', uma das canções inéditas retiradas das gravações do álbum.
Ouça ainda a faixa 'Try', uma das canções inéditas retiradas das gravações do álbum.

Aproximadamente 46 anos após a gravação, o álbum "perdido" de Neil Young de 1975, o trabalho intitulado "Homegrown" finalmente ganhou uma data de lançamento. O LP de 12 faixas, que Young descreve como "a ponte inédita entre 'Harvest' e 'Comes A Time'", chega ao público no próximo dia 19 de junho, pela Reprise Records.

"Homegrown" foi gravado entre junho de 1974 e janeiro de 1975 com uma banda de estúdio que contava com nomes como Levon Helm, Ben Keith, Karl T. Himmel, Tim Drummond, Stan Szelest e Robbie Robertson. Emmylou Harris também faz uma aparição.

Cinco das faixas - "Love Is A Rose", "Homegrown", "White Line", "Little Wing" e "Star Of Bethlehem" - encontrariam um lar em outros álbuns do músico. As outras seis músicas, assim como a narração falada "Florida", nunca foram lançadas antes. Abaixo, você pode ouvir uma dessas faixas posteriores, "Try".

Em uma declaração, Young pediu desculpas aos fãs por segurar "Homegrown" por tanto tempo, dizendo que era tão cheio de dor que "eu simplesmente não conseguia ouvir. Eu queria seguir em frente". O álbum foi escrito após sua separação da atriz Carrie Snodgress.

"Peço desculpas. Este álbum 'Homegrown' deveria estar lá para vocês alguns anos após 'Harvest'. É o lado triste de um caso de amor. O dano causado. A mágoa. Eu simplesmente não conseguia ouvir. Eu queria seguir em frente. Então eu guardei para mim, escondido no cofre, na prateleira, no fundo da minha mente... mas eu deveria ter compartilhado. É realmente bonito. É por isso que eu fiz isso em primeiro lugar. Às vezes a vida dói. Você sabe o que eu quero dizer. Este é o único que escapou. Gravado em analógico em 1974 e no início de 1975 a partir das fitas master originais e restaurado com amor e carinho por John Hanlon. Levon Helm está tocando bateria em algumas faixas, Karl T. Himmel em outras, Emmylou Harris cantando em uma, 'Homegrown' contém uma narração, várias músicas solo acústicas que nunca foram divulgadas ou ouvidas até este lançamento e algumas ótimas músicas tocadas com uma grande banda composta por meus amigos, incluindo Ben Keith - aço e slide - Tim Drummond - baixo, e Stan Szelest - piano. De qualquer forma, está chegando em 2020, o primeiro lançamento de nosso arquivo na nova década. Venha conosco em 2020 à medida que trazemos de volta o passado".

"Homegrown" estará disponível em todas as plataformas, e as encomendas de sua versão física já começaram.

Young tem vários outros lançamentos de arquivo na manga, incluindo "Return to Greendale", um álbum ao vivo que captura a turnê de Young e Crazy Horse em 2003, apresentando sua ópera de rock "Greendale" na íntegra; o conjunto de boxes "Archives Volume 2"; o projeto ao vivo "Rust Bucket", apresentando uma performance de 1990 com Crazy Horse; e "Young Shakespeare", narrando uma performance solo de Young em Stratford, no Shakespeare Theatre de Connecticut em 22 de janeiro de 1971. Young também anunciou recentemente uma reedição de luxo, "After the Gold Rush 50th anniversary".

Young tem feito mais com sua quarentena do que preparando álbuns antigos para lançamento, no entanto. Suas emocionantes sessões "Fireside" forneceram um fluxo constante de música ao vivo, cães e comédias ocasionais.

Vale lembrar também que no início desta semana, o Hall da Fama do Rock & Roll liberou centenas de vídeos de cerimônias de indução de anos anteriores, incluindo a apresentação de Young ao lado de Eddie Vedder, do Pearl Jam.

Comentários

Rock

Mais Música