Coachella deve ser adiado para 2021 devido ao coronavírus

De acordo com informações, os organizadores do festival contataram muitos artistas deste ano - mas não todos -, para continuarem no line-up para o próximo ano.
De acordo com informações, os organizadores do festival contataram muitos artistas deste ano - mas não todos -, para continuarem no line-up para o próximo ano.
PorCarol Souza28/05/2020 12h48

O Coachella foi um dos eventos considerados como as primeiras vítimas da pandemia do COVID-19, pois sendo realizado anualmente no mês de abril, foi forçado a adiar sua edição de 2020.

Os organizadores inicialmente esperavam conseguir realizar o Coachella ainda este ano, com uma previsão para o outono, porém com eventos de grande escala aparentemente proibidos em um futuro próximo, esses planos agora mudaram para 2021.

Conforme informações divulgadas nesta quinta-feira (28) pela Bloomberg, o Coachella está em processo de reorganização, com a programação do seu festival de 2020 sendo transferido para 2021. Ainda segundo o portal os organizadores do festival em Goldenvoice já teriam, inclusive, contatado vários artistas do line-up desta edição para figurar no line-up de 2021.

Entretanto, vale ressaltar que nem todos os artistas da programação de 2020 foram convidados a tocar no próximo ano, o que nos deixa um mistério a ser revelado sobre quem fica e quem sai.

A formação original das atrações do Coachella deste ano incluía Rage Against the Machine, Frank Ocean e Travis Scott, além de Lana Del Rey, Thom Yorke, FKA twigs, Danny Elfman, Lil Uzi Vert e Run the Jewels, entre muitos outros.

Antes que um anúncio formal seja feito, a Goldenvoice precisa resolver questões financeiras e de seguros, observa a Bloomberg. Atualmente, o plano é permitir que os detentores de ingressos para 2020 transfiram seus ingressos para 2021.

Ainda em março empresas de produção dos palcos do festival anunciaram sua parte da ajuda na luta contra o COVID-19 ao divulgar que montariam tendas hospitalares de triagem. "Focamos muito rápido em ser uma equipe de socorro em resposta a desastres. Se eu não soubesse fazer o Coachella, não poderia fazer este hospital ", disse ao Times o fundador da Choura Events, Ryan Choura.

O executivo ainda ressaltou que a ação, além de visar a cooperação contra a pandemia, também teve por objetivo, manter seus trabalhadores produzindo. "Eu tenho 14 caras neste local que estavam sentados em casa. Estou mais satisfeito nas últimas semanas do que na última década. É muito significativo sentir que você faz parte de salvar uma vida".

+Pop

0
0
0
Carol Souza
Sobre o autorCarol Souza
Amante do cinema, dos livros e apaixonadíssima pelo bom e velho rock n'roll. Amo escrever e escrevo sobre o que amo. Ativista da causa feminista e bebedora de café profissional. Instagram: @barbooosa.carol