Barça TV Plus: O serviço de streaming do FC Barcelona

O serviço de streaming é um novo passo para ampliar a rede de conteúdos originais do clube
O serviço de streaming é um novo passo para ampliar a rede de conteúdos originais do clube
PorMarcos Henderson03/06/2020 14h56

O F.C. Barcelona lançou, nesta quarta-feira (3), o Barça TV Plus, plataforma de streaming com 3.000 vídeos e 1.000 horas de conteúdo, incluindo, além do conteúdo sob demanda, transmissões ao vivo e lançamentos exclusivos. O serviço faz parte de uma nova estratégia digital do clube, que reflete diretamente na visão do clube como um modelo de negócios para o consumidor. 

Agora, o Barcelona amplia os direitos de comércio eletrônico para o merchandising e terá um acréscimo no número de produções originais com o Barça Studios, que também anunciou novas produções nesta quarta. 

O Barça TV Plus será disponibilizado no site e aplicativo do Barcelona F.C. já com diversos aparelhos na lista de dispositivos suportados, incluindo computadores, tablet, celular e TV. O clube já possui seu próprio canal por assinatura na Espanha, o Barça TV 24/7, mas ainda não gerou receitas de grande relevância, funcionando, acima de tudo, "como um canal de comunicação de marca", disse Paco Latorre, diretor do Barça Studios.

Para o membro do conselho do Barcelona, Didac Lee, "os consumidores mais jovens assistem futebol em tablets, laptops" e, por isso, os concorrentes passam a ser empresas como a Netflix, YouTube, entre outras. O programa de fidelidade Culers Membership, que dá acesso a todos os conteúdos digitais do Barcelona, incluindo o Barça TV Plus, custa 39,99 euros por ano. O Barça TV Plus custa, mensalmente, 4,99 euros. 

A afinidade emocional que os torcedores têm pelo Barcelona certamente funcionarão como fio condutor primordial para um grande número de assinaturas, sobretudo depois que o Barça Studios anunciou novos títulos na grade de produções originais para o futuro. Com isso, espera-se que grandes histórias relacionadas ao time e à história do futebol internacional sejam contadas em produções de alto nível.

Uma dessas histórias, por exemplo, será da jogadora nigeriana Asisat Oshoala, eleita melhor jogadora e detentora do título de artilheira da Copa do Mundo Feminina Sub-20 da FIFA 2014, que enfrentou a oposição dos pais quando anunciou que iria deixar a escola para jogar futebol.  

+Streaming

0
0
0
Marcos Henderson
Sobre o autorMarcos Henderson
Publicitário, músico e, aqui, escrevo sobre o que as diferentes culturas têm a nos dizer. Como artista, celebro a força da arte e conto histórias do entretenimento. Twitter: @marhoscenderson