Lya Luft ofusca novo livro ao relembrar voto em Bolsonaro: "me arrependi muito"

Escritora decepcionou vários fãs ao confirmar o voto no atual presidente da república
Escritora decepcionou vários fãs ao confirmar o voto no atual presidente da república
PorMarcos Henderson24/06/2020 11h00

"As Coisas Humanas". Este é o título do mais novo livro de Lya Luft, que escolheu a nova obra para percorrer as particularidades emocionais da trajetória do ser humano, entre elas, o erro. Em entrevista à Folha, a escritora relembrou o voto em Bolsonaro com grande amargor, reunindo uma série de argumentos extraídos dos discursos responsáveis pela eleição do atual presidente da república: "Não conhecia direito. Queria uma trégua do PT, era muita esculhambação, corrupção, não foi uma fase boa. Votei nele e me arrependi em seguida", disse.

Nas redes sociais, a principal discussão gira em torno da suposta intelectualidade distorcida da escritora, que para alguns só estaria repetindo uma "lógica colonizadora europeia automática", como disse um internauta no Twitter, e, por isso, demorou para perceber a negatividade do voto cego em um candidato que já demonstrava apelo para o ódio há anos como deputado. 

O novo livro da autora é apresentado como um convite ao leitor em busca de um "lugar em sua intimidade" em um gênero próprio, o "gênero Lya Luft", como pode ser observado na descrição da obra no Google Books. "A autora reflete acerca daquilo que define como As coisas humanas, contemplando o lado belo e o feio da existência, as coisas leves e pesadas, aquilo com que se lida de modo simples e o que é difícil suportar. Lya convoca o leitor e vai desvelando significados: infância e velhice, alegria e terrores, família, solidão e amor, trabalhos e luta, beleza, mistério e morte – tudo o que nos torna seres humanos", revela o resumo prévio.

Além deste, Luft coleciona vários outros livros no currículo e alguns prêmios na prateleira. Exatamente por isso, o espanto de boa parte dos leitores é grande, apesar de não ser uma surpresa para outros que já acompanhavam algumas opiniões da escritora em suas colunas mensais na Veja. Isso, é claro, não fará com que suas obras deixem de ser apreciadas pelo seu público mais fiel. 

+Livro

Comentários

Sobre o autorMarcos Henderson
Publicitário, músico e, aqui, escrevo sobre o que as diferentes culturas têm a nos dizer. Como artista, celebro a força da arte e conto histórias do entretenimento. Twitter: @marhoscenderson