Bolsonaro inaugura trecho da transposição do Rio São Francisco, iniciada por Lula em 2007

Presidente comemora abertura do Eixo Norte da transposição do Rio São Francisco
Presidente comemora abertura do Eixo Norte da transposição do Rio São Francisco
PorMarcos Henderson26/06/2020 14h15

O Eixo Norte da transposição do Rio São Francisco foi inaugurado pelo presidente Jair Bolsonaro nesta sexta-feira (26), no distrito de Milagres, no município de Salgueiro, em Pernambuco, na divida com o Ceará. A comporta para liberação das águas foi acionada pelo presidente ainda pela manhã, pouco antes do meio dia, em evento que não contou com a participação do governador do Ceará, Camilo Santana, que anunciou a ausência no local da transposição devido à pandemia. 

Bolsonaro estava acompanhado dos ministros do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência, Augusto Heleno, e do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, durante a viagem que também gerou aglomeração ao desembarcar em Juazeiro do Norte, onde centenas de pessoas se reuniram para ovacionar o ídolo com gritos de "mito", alguns sem máscara e outros acompanhados de crianças.

Iniciada em 2007, a obra de transposição das águas do Rio São Francisco começou com o governo do ex-presidente Lula (PT) e passou pelos comandos de Dilma Rousseff e Michel Temer antes de dar início às inaugurações em meio ao governo Bolsonaro, que comemorou a liberação da comporta em entrevista cedida aos repórteres presentes no local. "Faz parte desse nosso compromisso logo de levar água a quem realmente precisa, ok?", explicou o presidente, destacando, em primeiro plano, as necessidades agrícolas: "Na agricultura, irrigar terras, levar água pra casa do cidadão nordestino aqui, que sempre teve carência disso. E é uma novela enorme, né, que tá chegando ao fim."

No Twitter, Bolsonaro publicou uma foto com as mãos para o alto, comemorando o feito, e dividiu opiniões na plataforma, sobretudo porque, segundo a interpretação dos bolsonaristas, o presidente conseguiu fazer, em menos de dois anos, o que não teriam conseguido em mais de 10, enquanto outros acreditam que Bolsonaro estaria vangloriando-se de uma obra cujos esforços para conclusão estariam minimamente ligados ao seu governo.

+Bolsonaro

Comentários

Sobre o autorMarcos Henderson
Publicitário, músico e, aqui, escrevo sobre o que as diferentes culturas têm a nos dizer. Como artista, celebro a força da arte e conto histórias do entretenimento. Twitter: @marhoscenderson