Coppola desmente Winona Ryder e diz que nunca mandou atores a agredirem verbalmente

O diretor contou sua versão do ocorrido.
O diretor contou sua versão do ocorrido.
PorKelly Lima27/06/2020 12h01

Recentemente, Winona Ryder concedeu uma entrevista ao Sunday Times, onde afirmou que durante as gravações de Drácula de Bram Stoker, 1992, Francis Ford Coppola havia instruído alguns colegas de elenco a usarem de violência verbal contra ela, na ocasião, os atores teriam se negado a cometer o ato. O diretor de cinema, por sua vez, veio a público negar que tenha cometido tão barbaridade.

Segundo Ryder, o cineasta teria instruído ao atores masculinos, incluindo Keanu Reeves, par romântico dela no longa, a gritarem insultos contra ela durante uma cena dramática, onde ela deveria chorar. Os boatos envolvendo os supostos maus tratos sofridos pela artista durante a filmagem perpetuam o mundo cinematográfico há anos e por este motivo foram abordados durante a entrevista. Contudo, ao invés de esclarecer os acontecimentos, o depoimento inflamou ainda mais o assunto.

Winona Ryder em cena com Keanu Reeves em Drácula de Bram Stoker.
Winona Ryder em cena com Keanu Reeves em Drácula de Bram Stoker.
Winona Ryder em cena com Keanu Reeves em Drácula de Bram Stoker.

Coppola se viu obrigado a divulgar um comunicado desmentindo a atriz dando sua versão do ocorrido. “Embora eu ache que Winona é uma atriz maravilhosa, o incidente que ela descreveu não foi como aconteceu, e gritar ou abusar de pessoas não é algo que eu faço como pessoa ou como cineasta”, afirmou em nota ao Entertainment Weekly. Ele ainda relatou o que realmente teria acontecido durante as gravações da dita cena. “Nesta situação, da qual me lembro claramente, instruí Gary Oldman – no personagem Drácula – a sussurrar palavras improvisadas para ela e para os outros personagens, tornando-as o mais horríveis e más possíveis. Não sei o que foi dito, mas a improvisação é uma prática comum de cinema”, relatou.

Tudo indica que a versão do diretor é a verdadeira, já que após o pronunciamento do mesmo, Winona também se manifestou corroborando com suas palavras. Segundo um porta-voz da famosa, ela estaria de acordo com a lembranças do cineasta: “Ele pediu aos atores no personagem que dissessem coisas horríveis a Winona como uma técnica para ajudá-la a chorar pela cena". De acordo com a nota, a técnica utilizada não surte efeito em Ryder. Ela também afirmou que ama e respeita Coppola considera um grande privilégio ter trabalhado com ele.

+Winona Ryder

Comentários

Sobre o autorKelly Lima
Web designer por curiosidade, Desenhista por amor, Gestora de RH por teimosia, acadêmica de Geografia por sorte e redatora nas horas vagas. Twiiter: Kelly Nivelly (@KNivelly)