Disney não cogita produção de “Frozen 3”, por enquanto

 'Frozen 2' teve bilheteria bilionária que poderia incentivar uma continuação para o futuro.
'Frozen 2' teve bilheteria bilionária que poderia incentivar uma continuação para o futuro.
PorKelly Lima29/06/2020 19h53

"Frozen - Uma Aventura Congelante", 2013, se consagrou como uma das animações de maior sucesso dos estúdios Disney. A histórias das irmãs Elsa e Anna agradaram o público de todas as idades e garantiu a criação de dois curtas e posteriormente a tão aguardada sequência lançada em 2019, “Frozen 2”, onde o público finalmente pode entender a verdadeira origem dos poderes da amada rainha de Arendelle. O segundo filme também foi um arraso de bilheterias e logo os fãs começaram a sonhar com uma continuação, que pode não acontecer tão cedo.

De acordo com as informações de Marc Smith, diretor de animação da Disney, não há planos em discussão sobre uma possível sequência para o longa. “Ainda não discutimos sobre isso. Eu penso que ‘Frozen 2’ ainda está muito fresco na cabeça de todos e é cedo para pensar sobre o que acontece além, além disso”, revelou em entrevista ao Collider.

Para o diretor, os acontecimentos que encerram o último filme são suficientes para que o público não pense sobre acontecimentos vindouros como, por exemplo, como será o reinado de Anna, que substitui Elsa após esta última passar a viver na floresta encantada como uma espécie de quinto e mais poderoso elemento da natureza. “Frozen 2” arrecadou nada menos que US$ 1,45 bilhão em bilheteria, a segunda mais rentável de 2019, desbancando vários outros títulos de peso.

O segundo filme da franquia levou ao menos seis anos para para chegar aos cinemas.
O segundo filme da franquia levou ao menos seis anos para para chegar aos cinemas.
O segundo filme da franquia levou ao menos seis anos para para chegar aos cinemas.

Mesmo confirmando que não há planos em andamento para a produção de “Frozen 3”, em sua fala Smith não descarta a possibilidade de que possa existir no futuro. Se levarmos em consideração que o segundo filme da franquia levou em torno de seis anos para entrar em cartaz nos cinemas, nada impede os fãs de continuarem a manter esperanças de mais uma aventura congelante.

Enquanto isso, os estúdios Disney precisam lidar outras produções já concluídas e outras quase prontas, que tiveram suas datas de estreias alterações por conta da crise provocada pela pandemia de coronavírus, que obrigou autoridades ao redor do mundo a fecharem salas de cinemas por tempo indeterminado.

+Disney

Comentários

Sobre o autorKelly Lima
Web designer por curiosidade, Desenhista por amor, Gestora de RH por teimosia, acadêmica de Geografia por sorte e redatora nas horas vagas. Twiiter: Kelly Nivelly (@KNivelly)