Bob Dylan se torna o primeiro artista a ter um álbum nos "40 Melhores" em cada uma das últimas seis décadas

Seu último álbum, 'Rough and Rowdy Ways', deu a ele sua posição mais alta no ranking em uma década.
Seu último álbum, 'Rough and Rowdy Ways', deu a ele sua posição mais alta no ranking em uma década.
PorCarol Souza30/06/2020 14h52

Os tempos podem estar mudando, mas a popularidade de Bob Dylan permanece a mesma. Como aponta a Billboard, a lenda ganhadora do Prêmio Nobel se tornou o primeiro e único artista a ter um álbum do "Top 40" nos EUA em todas as décadas, desde a década de 1960!

Na semana passada, o último álbum de Dylan, "Rough and Rowdy Ways", deu ao grande bardo seu maior lançamento gráfico em mais de uma década, estreando no segundo lugar com 53.000 unidades de álbuns equivalentes conquistadas nos EUA.

Essa façanha destaca Dylan em sua sexta década consecutiva no ranking dos "40 Melhores Álbuns", o que é ainda mais impressionante quando se considera a repartição:

-Oito da década de 1960: "The Freewheelin’ Bob Dylan" (1963), "The Times They Are a-Changin’" (1964), "Bringing It All Back Home" (1965), "Highway 61 Revisited" (1965), "Blonde on Blonde" (1966), "John Wesley Harding" (1967), "Bob Dylan’s Greatest Hits" (1967), e "Nashville Skyline" (1969).

- 14 na década de 1970: "Self Portrait" (1970), "New Morning" (1970), "Bob Dylan’s Greatest Hits Vol. II" (1971), "Pat Garrett & Billy the Kid" (1973), "Dylan" (1973), "Before the Flood" (1974), "Planet Waves" (1974), "Blood on the Tracks" (1975), "The Basement Tapes" (1975), "Desire" (1976), "Hard Rain" (1976), "Street-Legal" (1978), "Slow Train Coming" (1979), e "Bob Dylan at Budokan" (1979).

- Sete na década de 80: "Saved" (1980), "Shot of Love" (1981), "Infidels" (1983), "Empire Burlesque" (1985), "Biograph" (1985), "Oh Mercy" (1989), "Dylan & the Dead" (1989).

- Quatro nos anos 90: "Under the Red Sky" (1990), "MTV Unplugged" (1995), "Time Out of Mind" (1997) e "The Bootleg Series Vol. 4: Bob Dylan Live 1966, The Royal Albert Hall” Concert (1998)".

- Sete nos anos 2000: "Love and Theft" (2001), "The Bootleg Series Vol. 6: Bob Dylan Live 1964, Concert at Philharmonic Hall" (2004), "The Bootleg Series Vol. 7: No Direction Home: The Soundtrack" (2005), "Modern Times" (2006), "The Bootleg Series Vol. 8: Tell Tale Signs: Rare and Unreleased 1989–2006"  (2008), "Together Through Life" (2009), and "Christmas in the Heart" (2009).

- Nove na década de 10: "The Bootleg Series vol. 9: The Witmark Demos: 1962–1964" (2010), "Tempest" (2012), "The Bootleg Series vol. 10: Another Self Portrait (1969-1971)" (2013), "Shadows in the Night" (2015), "The Bootleg Series vol. 12: The Best of the Cutting Edge 1965-1966" (2015), "Fallen Angels" (2016), "Triplicate" (2017), "The Bootleg Series vol. 14: More Blood, More Tracks" (2018) e "The Bootleg Series vol. 15: Travelin 'Thru, 1967-1969" (2019).

- E, finalmente, um dos anos 20 (até agora): "Rough and Rowdy Ways" (2020).

Dylan também acabou de receber seu primeiro single número 1 nas paradas da Billboard este ano com a faixa de quase 17 minutos "Murder Most Foul", de "Rough and Rowdy Ways".

+Bob Dylan

Comentários

Sobre o autorCarol Souza
Amante do cinema, dos livros e apaixonadíssima pelo bom e velho rock n'roll. Amo escrever e escrevo sobre o que amo. Ativista da causa feminista e bebedora de café profissional. Instagram: @barbooosa.carol