Catedral de Nantes, na França, é atingida por incêndio

A polícia local agora investiga as causas do incêndio. Foto: Reuters
A polícia local agora investiga as causas do incêndio. Foto: Reuters
PorBruna Pinheiro18/07/2020 13h02

Neste sábado (18), um incêndio atingiu a Catedral de São Pedro e São Paulo, em Nantes, na França. Apesar do susto, o fogo foi controlado rapidamente pelos bombeiros e ninguém no local ficou ferido.

O caso foi declarado pela Promotoria que investiga o caso como um "incêndio voluntário". Segundo o promotor da República em Nantes, Pierre Sennes, "Foi aberta uma investigação por incêndio voluntário". De acordo com as investigações, fogo irrompeu de "três lugares diferentes" e as chamas foram vistas por pessoas que caminhavam próximas do local.

O incêndio causou danos materiais valiosos, os vitrais do século XVI e o órgão foram destruídos. Para o padre François Renaud, administrador diocesano, afirmou que apesar do incêndio não ter destruído a Catedral de Nantes, como ocorreu em Notre Dame de Paris, a perda do órgão é “inestimável”.

O diretor departamental dos bombeiros, o general Laurent Ferlay, informou que "Os danos estão concentrados no grande órgão, que parece totalmente destruído". Mas apesar da fumaça preta ter sido avistada do alto das torres, o fogo não chegou a atingir o telhado da construção, que possui um estilo gótico.

Esta é a segunda vez que a Catedral de São Pedro e São Paulo é atingida por chamas. A primeira vez foi em 1972, quando um incêndio devastou o teto da catedral, cuja parte mais antiga data do século XV. A catedral só voltou a receber fiéis em 1985, após 13 anos de obras para reparar os danos causados.

+Internacional

Sobre o autorBruna Pinheiro
Internacionalista. Escrevo hoje sobre política, economia, filmes e séries. Adoro viajar e comer (não necessariamente nessa ordem). Segue lá @bpinheiro1