Netflix compra o longa "Malcolm & Marie" por US$ 30 milhões

O longa foi gravado durante a quarentena entre os dias 17 de junho e 2 de julho.
O longa foi gravado durante a quarentena entre os dias 17 de junho e 2 de julho.
PorBruna Pinheiro14/09/2020 10h19

Não é de hoje que dinheiro não é problema para a Netflix. A empresa comprou pela bagatela de US$ 30 milhões (praticamente 160 milhões de reais) o novo longa "Malcolm & Marie" para distribuição internacional. O filme foi produzido durante a quarentena nos Estados Unidos.

O romance é protagonizado por Zendaya (Euphoria) e John David Washington (Tenet), e mostra os dilemas entre um cineasta e sua namorada, recém-chegados de uma première. O projeto todo foi feito durante a pandemia entre os meses de junho e julho, tendo roteiro e direção de Sam Levinson (Euphoria), que escreveu o primeiro rascunho da obra em apenas seis dias e a gravou em 17 dias.

Para que o longa fosse possível em meio à pandemia do novo coronavírus, o elenco e a equipe técnica permaneceram em quarentena por duas semanas antes do início das filmagens. Posteriormente, apenas 12 pessoas podiam permanecer no set de filmagens, na enorme Caterpillar House em Carmel, Califórnia.

Na divulgação da compra do longa, o streaming publicou em suas redes sociais a novidade, mas sem relatar qual a data de lançamento. "O filme exuberante, espirituoso e dolorosamente belo de Sam Levinson é filmado em 35MM em preto e branco com cinematografia de Marcell Rév", diz a publicação.

Apesar da premissa da obra já ser conhecida, pouco se sabe sobre quais os problemas ou desafios serão abordados no longa, mas segundo a publicação, a trama deve lembrar um pouco a de "História de um Casamento", também da Netflix, protagonizado por Adam Driver e Scarlett Johansson.

+Netflix

Comentários

Sobre o autorBruna Pinheiro
Internacionalista. Escrevo hoje sobre política, economia, filmes e séries. Adoro viajar e comer (não necessariamente nessa ordem). Segue lá @bpinheiro1