Lady Gaga se prepara para lançamento de livro e fala sobre depressão e importância de "Chromatica"

O livro será lançado no dia 22 de setembro.
O livro será lançado no dia 22 de setembro.
PorBruna Pinheiro16/09/2020 12h09

A cantora Lady Gaga sempre relatou aos seus fãs sobre o bullying e a depressão paralisante que sofreu quando era jovem e como isso e outras barreiras que enfrentou durante o início da sua carreira a fizeram lutar em prol de grupos LGBTQIA+, empoderamento feminino, entre outros.

Em entrevista exclusiva à People Megazine, a cantora relatou que se prepara para o lançamento de um livro em parceria com a sua mãe, Cynthia Germanotta. A obra “Channel Kindness: Stories of Kindness and Community” (ou “Canalize Bondade: Histórias de bondade e comunidade”, em tradução para o português) foi inspirado em sua própria jornada de dor.

Lady Gaga e sua mãe, Cynthia Germanotta (com 'BE KIND' colorido)
Lady Gaga e sua mãe, Cynthia Germanotta (com 'BE KIND' colorido)
Lady Gaga e sua mãe, Cynthia Germanotta (com 'BE KIND' colorido)

“Eu não sabia como me defender sem me sentir envergonhada”, ela disse Gaga que escondia seus problemas inclusive de seus pais. Apenas após muitos anos que a artista pop conseguiu desenvolver com Cynthia uma comunicação aberta sobre seus problemas. Assim, o livro reúne uma coleção de 51 histórias que falam como as pequenas boas ações cotidianas fazem muita diferença na vida das pessoas.

A Mother Monster relatou a importância da saúde mental, e como el está diretamente relacionada a saúde física, e por isso deve ser priorizada. Além disso, ela relatou como escrever e produzir o seu novo álbum "Chromatica" foi importante para este processo de autoconhecimento e relacionamento com a família.

"No espírito de canalizar bondade e divulgar minhas histórias, no livro e no disco ‘Chromatica’, o que eu diria que foi o mais desafiador para mim é que eu costumava acordar de manhã e, ao perceber que sou a Lady Gaga, ficava muito deprimida e triste. Eu não queria ser eu mesma. Eu me senti muito ameaçada pelas coisas que minha carreira trouxe à minha vida, pelo ritmo da minha vida. Senti-me ameaçada pelo meu talento e dom. Todas as coisas que estão em dívida com meu coração se tornaram coisas que me assustavam. (…) Eu passei muito tempo num estado meio catatônico, no qual não queria fazer nada. Então eu finalmente comecei a fazer músicas devagarinho, e comecei a contar minha história através do álbum. E isso é que ‘Channel Kindness’ é para mim", disse Lady Gaga.

“Channel Kindness: Stories of Kindness and Community” será lançado no dia 22 de setembro. Confira um trecho da entrevista à People TV:

+Lady Gaga

Comentários

Sobre o autorBruna Pinheiro
Internacionalista. Escrevo hoje sobre política, economia, filmes e séries. Adoro viajar e comer (não necessariamente nessa ordem). Segue lá @bpinheiro1