Glória Maria diz que 'hoje tudo é racismo' e empolga negacionistas

A jornalista repetiu discursos negacionistas e afirmou que não aceita um mundo baseado na 'amargura das pessoas'
A jornalista repetiu discursos negacionistas e afirmou que não aceita um mundo baseado na 'amargura das pessoas'
PorMarcos Henderson29/09/2020 11h21

Glória Maria aparece entre os assuntos mais comentados do Twitter nesta terça-feira (29), e o motivo não poderia ser mais decepcionante para aqueles que lutam incansavelmente contra o racismo e outros formatos de preconceito que atingem esferas diversas na sociedade. Em entrevista virtual à jornalista Joyce Pascowitch, do Glamurama, ela falou um pouco sobre o período de isolamento social durante a pandemia da Covid-19 e até a cura do câncer cerebral, mas chamou atenção quando foi questionada sobre assédio e preconceito racial. 

“Eu acho tudo isso um saco. Hoje tudo é racismo, preconceito e assédio. A equipe com que trabalho me chama de ‘neguinha’, de uma forma amorosa e carinhosa. Estou mais de 40 anos na televisão, já fui paquerada, mas nunca me senti assediada moralmente. O assedio é algo que te fere, é grosseiro, desmoraliza. Existe uma cultura hoje que nada pode. Tem que ter uma diferenciação, não dá para generalizar tudo", disse Glória, que rapidamente passou a ser ovacionada por conservadores de extrema direita nas redes sociais.

"O politicamente correto é um porre. Acredito que o politicamente correto é o caráter, a honestidade. Esse mundo que a gente está vem muito da amargura das pessoas, não aceito”, finalizou a repórter, fornecendo ao público que nega a existência do racismo o palco perfeito para restaurar os gritos "anti-mimimi" daqueles que se recusam a acreditar na desigualdade global. 

O vídeo foi compartilhado pela deputada conservadora Carla Zambelli, apoiadora fiel do presidente Jair Bolsonaro, e conta com mais de 17 mil curtidas, reunindo comentários empolgados de bolsonaristas que, infelizmente, já chegaram em uma fase de negacionismo quase irreversível. Assista ao trecho da entrevista:

Para muitos internautas, Glória Maria apenas repetiu a falta de noção de outras celebridades que chegaram em altos patamares, como o ator Morgan Freeman, que certa vez respondeu a um entrevistador judeu que não queria um Dia da Consciência Negra, afirmando que para acabar com o racismo, é preciso parar de falar sobre racismo. 

Gostei
Haha
Triste
Detestei
Amei
Aff
Gostei
Comentar

+Racismo

Sobre o autorMarcos Henderson
Publicitário, músico e, aqui, escrevo sobre o que as diferentes culturas têm a nos dizer. Como artista, celebro a força da arte e conto histórias do entretenimento. Twitter: @marhoscenderson

Últimas